Vídeos: imagens impressionantes mostram treinamento de cães paraquedistas na Rússia - Pet é pop

Vídeos: imagens impressionantes mostram treinamento de cães paraquedistas na Rússia

Vídeos: imagens impressionantes mostram treinamento de cães paraquedistas na Rússia
Vídeos: imagens impressionantes mostram treinamento de cães paraquedistas na Rússia
Vídeos: imagens impressionantes mostram treinamento de cães paraquedistas na Rússia (Foto: Reprodução/YouTube)

Imagens impressionantes mostram cães paraquedistas de Vladimir Putin saltando de aviões a cerca de 4 mil metros no ar enquanto são preparados para serem enviados para zonas de guerra.

Veja também:

+ Rússia registra a primeira vacina contra Covid desenvolvida para cães e gatos
+ Casal cria hotel de luxo para gatos no interior da Inglaterra
+ Vídeo: gato curte música indiana de um jeito que enlouqueceu a internet

Os treinamentos especiais de paraquedas homem-cão devem começar em meio a alegações ocidentais de que Putin está prestes a invadir a Ucrânia a partir do início de 2022.

As imagens destacam o treinamento das forças especiais dos guardas nacionais russos usando paraquedas duplos, permitindo que um paraquedista pouse em zonas de guerra com um cão e seu condutor.

O exercício envolveu saltos de um helicóptero militar Mi-8 para uma zona de guerra simulada no campo de aviação Bolshoye Gryzlovo, na região de Moscou.

“O fornecimento do sistema de pára-quedas homem-cão ao ministério da defesa russo começará em 2022”, disse Technodinamika, empresa ligada à empresa estatal Rostec, especializada na produção de equipamentos para aeronaves.

“Após o pouso, todos os participantes do teste de quatro patas se sentiram bem e estavam prontos para seguir os comandos”, disse um relatório. O paraquedista de teste Andrey Toporkov disse que os cães precisam ser preparados especialmente para os saltos.

“O mais importante é colocar os cachorros na aeronave. Eles toleram o vôo e até olham as nuvens pela janela. Quando a escotilha abre, há vento, barulho e, graças ao adestrador de cães, eles se acalmam”, contou Toporkov, acrescentando:  “Portanto, não houve problemas quando um adestrador de cães participou do salto.”

É “mais difícil” quando o cão salta sozinho com um pára-quedista desconhecido, disse Toporkov. “Era preciso conhecer o cão com antecedência, acariciá-lo, alimentá-lo com a permissão do dono, para que o cão confiasse em você mais tarde”, acrescentou. “E você mesmo não pode ter medo – os cães sentem tudo.”



  • Back to top