Vídeos hilários: conheça Bosco, o cãozinho que adora transportar galhos enormes - Pet é pop

Vídeos hilários: conheça Bosco, o cãozinho que adora transportar galhos enormes

Vídeos hilários: conheça Bosco, o cãozinho que adora transportar galhos enormes
Vídeos hilários: conheça Bosco, o cãozinho que adora transportar galhos enormes
Vídeos hilários: conheça Bosco, o cãozinho que adora transportar galhos enormes (Foto: Reprodução/Instagram)

O cachorro-salsicha Bosco conquistou mais de um milhão de seguidores nas redes sociais com vídeos dele carregando galhos enormes.

Veja também:

+ Retrospectiva 2021: os vídeos mais hilários protagonizados por cães
+ Quer uma razão para levar um gato pra casa? Nós damos 6
+ Cães e gatos podem sofrer doença similar ao Alzheimer; saiba como diagnosticar

Bosco tem 1,3 milhão de seguidores no TikTok e mais de 35 milhões de curtidas, além de 190 mil seguidores no Instagram. A dona do cãozinho, Luccia Rodriguez, pegou Bosco quando tinha 19 anos e um vídeo do cachorro passeando em um parque se tornou viral.

Bosco não foi treinado para pegar grandes galhos, ele só tem uma grande personalidade, disse Luccia ao Ham&High no ano passado. “Ele gosta de se exibir”, disse ela. “Ele faz isso porque adora, e acho que ele sabe que outras pessoas gostam quando o aplaudem.”

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Bosco (@boscoandhisbigstick)

Infelizmente, o cãozinho teve que ser submetido a uma cirurgia de emergência devido a uma doença na coluna, tendo perdido o movimento das patas traseiras. Segundo Luccia, um em cada quatro cães da raça Dachshund podem sofrer deste distúrbio em algum momento da vida.

“Nos últimos dias, Bosco esteve um pouco indisposto, e apenas algumas horas atrás notamos algumas mudanças sérias e dolorosas em relação ao seu movimento”, afirmou a dona de Bosco em um post no Instagram.

“Nós imediatamente fomos ao nosso veterinário, que nos encaminhou para o Royal Veterinary College, Queen Mother Hospital, que o diagnosticou com DDIV Grau 5 (doença do disco intervertebral). No espaço de duas horas, ele perdeu o movimento e a sensibilidade nas pernas traseiras”, contou Luccia.

Bosco tem uma chance de 50% de voltar a andar e 50% de ficar paralisado. “Pedimos que você o mantenha em seus pensamentos e espere conosco que ele supere isso”, continuou o post. “Eu sempre digo que ele é um cachorro em um milhão, tão amado, tão especial.”

“Perdoe-me se eu não tenho o poder de responder a todas as suas belas almas, mas no momento estamos um pouco distraídos com a enormidade da situação. Nós amamos e agradecemos sempre pelo seu apoio.”



  • Back to top