Vídeo: Mais de 300 cães são encontrados mortos em abrigo na Ucrânia - Pet é pop

Vídeo: Mais de 300 cães são encontrados mortos em abrigo na Ucrânia

Vídeo: Mais de 300 cães são encontrados mortos em abrigo na Ucrânia
Vídeo: Mais de 300 cães são encontrados mortos em abrigo na Ucrânia
Vídeo: Mais de 300 cães são encontrados mortos em abrigo na Ucrânia (Foto: Reprodução/Instagram)

Imagens perturbadoras surgiram nas redes sociais que parecem mostrar pilhas e pilhas de cães mortos em um abrigo de animais em Borodyanka, na Ucrânia.

Veja também:

+ Stripper ucraniano volta a cidade bombardeada para salvar dezenas de gatos
+ Não se aventure a cortar as unhas do seu cão antes de ler este texto
+ Tudo o que você precisa saber antes de levar seu gato para uma longa viagem de carro

De acordo com a instituição de caridade UAnimals, os 485 cães do abrigo permaneceram trancados em suas gaiolas desde o início da guerra no final de fevereiro até o início de abril, quando soldados russos deixaram Borodyanka e voluntários de caridade puderam retornar ao abrigo.

Durante esse período, os cães ficaram sem comida ou água, segundo a instituição de caridade. Quando os voluntários finalmente conseguiram acesso ao prédio em 1º de abril, todos, exceto 150 dos 485 animais, haviam morrido.

No Twitter, Oleksandra Matviichuk, chefe do Centro de Liberdades Civis, postou um vídeo no qual os corpos de vários cães podem ser vistos no chão. A voluntária que filma o vídeo narra a cena em meio às lágrimas.

Infelizmente, este abrigo é um dos muitos forçados a ficar sem gerenciamento ou suprimentos, devido à ocupação russa da Ucrânia. No início de março, vários voluntários foram mortos enquanto tentavam levar comida de cachorro para animais abandonados famintos em outro abrigo nos arredores de Kiev.

De acordo com a UAnimals, os voluntários já alimentaram os cães que sobreviveram semanas sem comida ou água no abrigo Borodyanka e transferiram 27 dos animais em estado grave para clínicas particulares para tratamento.

E, enquanto os voluntários até agora só conseguiram pegar o que a UAnimals descreve como os “cães sobreviventes mais pesados”, a instituição de caridade está oferecendo 50.000 hryvnias (aproximadamente R$ 7,9 mil) como recompensa para quem quiser e puder levar os outros.



  • Back to top