Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las - Pet é pop

  • Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

    cão máscara - Foto Wallpaper Abyss
    -->



    É uma delícia buscar o cãozinho no pet shop depois do banho. Dá vontade de passar a tarde com o bichinho no colo, sentindo aquele cheirinho de loja de produtos indianos. Mas essa sesação dura pouco.

    No dia seguinte, o animal está com cheiro de quem não se banha há meses, e você fica até com vergonha de passear na rua e alguém também sentir aquele aroma desagradável.

    Pois é, nem todos os cheiros ruins que emanam dos cães são eliminados com água e sabão. Conheça cinco coisas que podem provocar esses odores e saiba como combatê-las.

    1 Infecções de ouvido
    Fotos Pixabay

    Mesmo com banhos rotineiros, alguns cães são propensos a infecções de ouvido, o que pode levar ao acúmulo de bactérias odoríferas.

    Cães com orelhas grandes e moles, como os basset hounds, são mais suscetíveis a essas infecções fedorentas.

    Elas não são apenas desagradáveis ​​ao nariz, mas também são dolorosas para o filhote e podem levar a problemas ou perda total de audição se não forem tratadas.

    Para evitar essas infecções, certifique-se de limpar rotineiramente as orelhas do seu cão. Tenha cuidado não ir muito fundo e ferir canal auditivo do anial.

    Use vinagre de maçã ou um enxágue para ouvido de cachorro e, com uma bola de algodão umedecida, limpe cuidadosamente as partes externas da orelha.

    Se o cão parece ter uma infecção no ouvido, lembre-se de levá-lo ao veterinário imediatamente para começar o tratamento.

    As infecções crônicas no ouvido podem estar relacionadas a uma alergia. Converse com seu veterinário sobre testes de alergia para o seu cão e sobre o melhor tratamento.

    2 Bolsas anais

    Também conhecidas como glândulas anais, essas bolsas estão localizadas nas laterais do ânus do cão. Elas se enchem com uma substância de cheiro desagradável, algumas das quais são liberadas toda vez em que o animal faz cocô.

    Em alguns cães, no entanto, as bolsas podem ficar infectadas, fazendo com que a substância olfativa desagradável vaze sutilmente e provoque desconforto no seu cão.

    Deslizar o traseiro para aliviar a coceira e lamer constantemente a área são sinais de que as bolsas estão incomodando.

    Se o seu cão apresentar algum desses sintomas, leve-o ao veterinário para que suas bolsas sejam drenadas manualmente. Não fazer isso levará a mais desconforto e dor para o seu cão e pode provocar abcessos e rupturas.

    Você também pode pedir ao seu veterinário para ensinar como fazer essas drenagem. Isso é recomendável quando o acúmulo de substâncias desagradáveis ocorrer com muita frequência.

     

    3 Problemas de pele

    Se você é dono de um cão “enrugado” – sharpei, pequinês, pug ou buldogue, por exemplo –, tem de ficar de olho nas dobras de sua pele. Cães com este tipo de pele são propensos a dermatite de dobras cutâneas, que é nome científico para a condição da pele fedorenta.

    Use panos específicos para limpar essas áreas ou lenços higiênicos para bebês. Passe-os suavemente e limpe as dobras, para evitar infecção e aromas desagradáveis.

     

    4 Flatulência

    Se você tem um cachorro fedorento, pergunte a si mesmo: o cheiro está neles ou está vindo deles?

    Problemas intestinais podem fazer com que o cão acumule uma quantidade de gases que, caso ele se alivie, pode esvaziar uma festa. Pior, alguns desses componentes voláteis têm efeito residual.

    Se o seu cão estiver excessivamente gasoso, fale com o seu veterinário sobre possíveis mudanças na dieta ou tratamentos médicos para ajudar a aliviar os sintomas.

     

    5 Camas sujas

    Você curou as alergias, limpou orelhas e glândulas anais e, mesmo assim, seu cãozinho está cheirando mal? O local onde ele dorme pode ser o culpado.

    Um cão limpo que rola e dorme em uma cama malcheirosa torna-se também fedorento.

    Depois do banho, alguns cães curtem rolar em superfícies “sujas” da cama para recuperar seu cheiro característico.

    Para evitar que um cachorro limpo fique fedorento logo após o banho, lave a roupa de cama do seu cão e dê banho no mesmo dia.

  • Back to top