Vai voltar ao trabalho presencial e está preocupado com pet? Vejas as dicas de Cesar Millan - Pet é pop

Vai voltar ao trabalho presencial e está preocupado com pet? Vejas as dicas de Cesar Millan

Vai voltar ao trabalho presencial e está preocupado com pet? Vejas as dicas de Cesar Millan
Vai voltar ao trabalho presencial e está preocupado com pet? Vejas as dicas de Cesar Millan
Vai voltar ao trabalho presencial e está preocupado com pet? Vejas as dicas de Cesar Millan (Foto: Ayla Verschueren/Unsplash)

O comportamentalista canino Cesar Millan compartilhou seu conselho para donos de cães que estão voltando ao trabalho presencial depois de um ano em home office.

Veja também:

+ Vídeo: dono usa impressora 3D e faz capacete do Homem de Ferro para seu gato
+ 5 dicas de bem-estar para que o seu pet tenha uma vida longa, feliz e saudável
+ Pesquisa revela as mudanças provocadas pela pandemia em nossos pets

“O melhor a fazer sempre é ficar calmo. A maioria das pessoas dá grande importância ao fato de ir embora. Eles ficam tristes e sempre um cachorro, sabe, eles sentem a sua energia. Portanto, é melhor sair de casa tranquilo”, aconselhou ele durante o programa “Mornings with Maria” da FOX Business na terça-feira.

Cesar ainda disse que exercitar o cão antes de sair de casa pode ser a chave para que ele fique mais tranquilo. “Um cão cansado será mais fácil para fazer a transição. Portanto, ficar calmo e fazer uma longa caminhada é realmente a receita para ter certeza de que seu cão realmente entende o que é ficar para trás, espere por você. Simples assim”, disse.

Segundo ele, se seu cão é do tipo que te segue pela casa inteira, pode ser interessante treiná-lo para ser mais independente e aprender a esperar. Existem três atividades que o cão precisa seguir: seguir, brincar, explorar. De resto, ele precisa saber que deve e pode ficar sozinho às vezes.

“Digamos que seu cão o siga ao longo do dia 20 vezes. Certifique-se de que 10 dessas vezes ele não siga. Isso se torna a atividade. Você sabe o que as pessoas chamam de sentar e ficar? Portanto, essa atividade para o cão é esperar atrás e esperar até você chamá-lo”, explicou o especialista.

“Então se transforma em duas atividades: seguir você e não seguir você. O que a maioria das pessoas faz é permitir que o cão os siga durante todo o dia e, portanto, o cão não sabe quando se separar”, concluiu ele.

Confira a entrevista completa com Cesar Millan:

  • Back to top