Vai viajar com seu cão ou sem ele? Saiba o que fazer nos dois casos - Pet é pop

Vai viajar com seu cão ou sem ele? Saiba o que fazer nos dois casos

Vai viajar com seu cão ou sem ele? Saiba o que fazer nos dois casos
Vai viajar com seu cão ou sem ele? Saiba o que fazer nos dois casos
Vai viajar com seu cão ou sem ele? Saiba o que fazer nos dois casos (Foto: Divulgação)

O bem-estar dos animais de estimação é uma questão muito importante para quem é pai ou mãe de pet. Muitos são tratados como membros da família e merecem todo o carinho. E como tal, fazem parte dos planos envolvidos para aproveitar o descanso e lazer, seja em viagens de carro ou passeios em feriados prolongados. 

Veja também:

+ Azul passa a acolher pets em seus voos internacionais
+ Cães conseguem prever ataques epiléticos em humanos, confirma estudo
+ 5 dicas simples para que seu cão tenha uma vida mais longa, feliz e saudável

Para assegurar que tudo saia como planejado, a médica veterinária Thais Matos, especialista da área de Confiança e Segurança da DogHero, maior empresa de serviços para animais de estimação da América Latina, menciona a importância da vacinação. 

“Ao pensar em viajar de carro e aproveitar o feriado com o pet, em primeiro lugar, a carteirinha de vacinação precisa estar em dia. Mesmo que o tutor não possa levá-lo e opte por contratar o serviço de hospedagem domiciliar ou pet sitter, cães e gatos devem receber as vacinas essenciais, como raiva, cinomose, parvovirose, leptospirose e hepatite infecciosa canina”, explica Thaís.

Para garantir ainda mais a segurança do seu pet na viagem de carro é fundamental que um médico veterinário seja procurado. O especialista irá verificar se está tudo bem com o seu animalzinho, irá indicar a melhor maneira de transporte para garantir o máximo de suavidade para o pet durante o percurso. 

Na consulta, é importante levar a carteira de vacinação (mesmo que esteja em dia) e informar alguns fatores, como a distância que será percorrida. “Alguns pets costumam enjoar durante viagens de carro, portanto, o médico veterinário poderá recomendar o medicamento e a dosagem correta. Nenhum tipo de remédio deve ser recomendado ao seu animalzinho sem a prescrição de um médico veterinário. Somente o profissional está habilitado para indicar o remédio correto que irá amenizar o desconforto do seu pet durante a viagem”, orienta a médica veterinária da DogHero.

Mesmo com o desafio atual da volta à rotina e o distanciamento social, em algumas localidades já está disponível o serviço de veterinário em domicílio, idealizado para facilitar a vida de pais e mães de pets com consultas e vacinação em casa.

Jade Petronilho, médica veterinária e coordenadora de conteúdo veterinário da Petlove, adverte que não é positivo para o bem-estar do pet que ele fique muito tempo sozinho em casa. “Existe o aspecto emocional, que pode abalar a saúde do animal de estimação e motivar comportamentos indesejados como destruição de objetos, estresse, medo, agressividade e coprografia (ingestão de fezes). Além disso, a ausência do pai ou mãe humano pode aumentar e muito os riscos de um acidente doméstico ou complicações pela falta de um socorro imediato”, alerta.

Para auxiliar os pais e mães de pets no seu planejamento, listamos algumas dicas e soluções para que os animais de estimação também aproveitem o feriado:

Não posso levar o meu pet, e agora?

As opções mais seguras para suavizar a ausência do tutor e não deixar o pet totalmente sozinho, além de manter a rotina do animal de estimação sem o estresse da viagem, são as soluções de hospedagem domiciliar e pet sitter. Mesmo para os tutores que não irão sair da cidade, mas querem se ausentar de casa no feriado, a creche para animais de estimação pode ser uma ótima opção, e que com certeza o pet vai adorar. 

Meu pet vai passar o feriado em uma hospedagem domiciliar, o que levar?

Algumas itens essenciais não podem faltar na mala do pet como: ração ou alimentação natural e petiscos de acordo com os dias de hospedagem, caminha, potes de comida e água, tapetes higiênicos, jornal ou areia, brinquedos prediletos, coleira e guia em boas condições e plaquinha de identificação com telefone. Outros itens opcionais que podem auxiliar ainda mais no bem-estar do pet são: cobertor ou mantinha, escova de pentear, escova de dente e pasta, medicamentos e/ ou vitaminas (caso pet precise), uma peça de roupa do tutor (pets ansiosos se acalmam com o cheiro) e itens que façam o pet se sentir em casa.

Vou viajar de carro com meu pet, como devo proceder?

Levar o pet nos passeios é uma das maneiras que encontramos de aproveitar todo o tempo com eles. Portanto, use o cinto de segurança para cães, que foi desenvolvido especialmente para isso. O equipamento funciona como um extensor, pois é fixado no fecho do cinto do carro e ao peitoral do seu animal de estimação (ao mesmo tempo). Para os gatos, as caixas de transporte promovem conforto e segurança e também precisa ficar presa no cinto de segurança. Outra dica é utilizar as capas protetoras pet para carro, este item pode tornar o passeio de carro com seu animal de estimação muito mais agradável. São confeccionadas em tecido, para deixar seu pet todo confortável e os modelos impermeáveis conferem segurança, além de não deixar o cãozinho escorregando no banco, também protegem as portas do carro. Se o veículo possui ar condicionado, procure deixar a temperatura neutra, ou seja, nem quente nem fria. E ainda, nas viagens ou em qualquer passeio de carro, leve sempre o pet no banco de trás!

  • Back to top