Tratar seu cão como bebê deixa você mais feliz e saudável, diz a ciência - Pet é pop

Tratar seu cão como bebê deixa você mais feliz e saudável, diz a ciência

Tratar seu cão como bebê deixa você mais feliz e saudável, diz a ciência
Tratar seu cão como bebê deixa você mais feliz e saudável, diz a ciência
Tratar seu cão como bebê deixa você mais feliz e saudável, diz a ciência (Foto: Tamara Bellis/Unsplash)

De acordo com um novo estudo realizado pelos pesquisadores da Universidade de York, no Reino Unido, tratar seu cachorro como bebê pode fortalecer o vínculo entre você e seu pet.

Veja também:

+ Vídeo: bebê e gato se encontram pela primeira vez, e as reações vão derreter seu coração
+ Vídeo fofo: cadela da raça labrador cuida de 3 filhotes de tigre abandonados pela mãe
+ Cão com sério problema de gases vira estrela no TikTok

Os pesquisadores testaram dois tipos diferentes de fala em cães. Um tipo era o tom normal de conversa que uma pessoa usaria para conversar com outro adulto. O outro foi o que os pesquisadores definiram como um “discurso dirigido ao cão”, usando entonação exagerada ao falar sobre assuntos relevantes para cães, como passeios e guloseimas.

Para garantir a consistência da fala testada, foram utilizadas gravações. Duas pessoas estavam sentadas com alto-falantes no colo que tocavam gravações de suas próprias vozes. Um cachorro na coleira foi trazido para a sala, e os pesquisadores mediram quanto tempo ele passou olhando para cada pessoa enquanto o discurso estava sendo tocado.

Após o término da gravação, o cão foi liberado da coleira e o tempo gasto com cada pessoa foi medido. Os pesquisadores descobriram que os cães passaram mais tempo olhando para a pessoa que falava na “conversa de bebê”, bem como mais tempo sentados com esse indivíduo quando as gravações terminaram.

Um segundo experimento foi realizado para determinar se a escolha de temas relacionados a cães era o único fator que mantinha a atenção dos caninos. Os cães mais uma vez ouviram as gravações, mas desta vez a entonação e o assunto eram inconsistentes. Em uma gravação, a conversa do bebê foi emparelhada com tópicos humanos cotidianos.

Na outra gravação, a entonação normal de conversação foi usada para discutir passeios e guloseimas. Nesse experimento, os cães não tiveram preferência, mostrando que a combinação de conversa de bebê e assuntos relevantes para cães era necessária para manter sua atenção.

“Acredita-se que um registro de fala especial, conhecido como fala dirigida ao bebê, ajuda na aquisição da linguagem e melhora a maneira como um bebê humano se relaciona com um adulto”, disse Katie Slocombe, da Universidade de York.

“Sabe-se que essa forma de fala compartilha algumas semelhanças com a maneira como os humanos falam com seus cães de estimação, conhecida como fala dirigida ao cão”, acrescentou ela.

Muitos donos de animais de estimação podem concordar com as descobertas do estudo. Quando você fala com seu cachorro com uma “vozinha”, ele provavelmente responde imediatamente com muitos beijos, olhares amorosos, rabo abanando e poses incrivelmente fofas. A pesquisa foi publicada em março de 2018 na revista científica Animal Cognition.



  • Back to top