Tem vários gatos em casa, mas só um precisa de dieta? Saiba o que fazer - Pet é pop

Tem vários gatos em casa, mas só um precisa de dieta? Saiba o que fazer

Tem vários gatos em casa, mas só um precisa de dieta? Saiba o que fazer
Tem vários gatos em casa, mas só um precisa de dieta? Saiba o que fazer
Tem vários gatos em casa, mas só um precisa de dieta? Saiba o que fazer (Foto: Dietmar Ludmann/Unsplash)

Colocar um gato em uma dieta é difícil por si só. Mas oferecer uma refeição diferenciada para um gato, em uma casa com diversos felinos, é um desafio ainda maior.

Veja também:

+ Vídeo: gato volta molhado pra casa todos os dias; donos registraram a surpreendente causa da humidade
+ Os gatos reconhecem quando são chamados pelo nome?
+ Aprenda a alimentar o seu gato do jeito certo e prolongue a vida dele

Muitos gatos engordaram durante a pandemia e podem precisar de uma alimentação diferente para perder alguns quilinhos. No entanto, pode ser que você tenha mais de um gato e só um precisa de uma dieta especial. Então, o que fazer? Confira algumas dicas!

1. Implemente horários e locais de refeição restritos

Uma boa dica é estruturar a ingestão de alimentos com horários designados para as refeições, com seus gatos comendo em quartos separados ou em horários diferentes, em uma configuração que evite que um gato acesse a “sala de jantar” do outro durante esse tempo.

Por exemplo, um gato pode comer no quarto, enquanto o outro gato faz as refeições no escritório ao mesmo tempo. Se sua casa for menor, os horários das refeições podem ser em horários diferentes, mas no mesmo cômodo. Apenas mantenha a porta fechada enquanto um gato come e o outro fica do lado de fora, gritando para entrar. O importante é criar uma separação física que os impeça de comer a comida um do outro.

Se você escolher horários de refeição definidos, o problema será fazer com que seus gatos se ajustem ao novo horário de alimentação. Se eles estão acostumados a mordiscar o dia todo, será difícil no começo. Para amenizar o choque, mantenha os horários das refeições mais longos, dando-lhes mais tempo para comer, e dê-lhes refeições menores com mais frequência, reduzindo gradualmente o número de vezes ao dia que você dá comida.

Se você estiver mudando para um alimento dietético ao mesmo tempo, é importante lembrar que sempre que apresentar um novo tipo de alimento aos seus gatos, você precisará fazê-lo lentamente, ou eles podem ter problemas digestivos. Para o bem de seu sistema digestivo, comece misturando um pouco da comida nova com a comida normal, adicionando um pouco mais da nova a cada dia.

2. Distraia-os com alimentadores interativos

Uma solução possível para distrair seu gato faminto é conseguir alguns alimentadores de quebra-cabeça, que são brinquedos que você pode carregar com alguns pedaços de comida seca. Para pegar a comida, o gato precisa resolver o quebra-cabeça. Caso ele se interesse pelo jogo, isso pode ajudá-lo a se ajustar ao novo esquema de alimentação e lidar com o tédio.

3. Coloque a comida onde apenas um gato possa acessá-la

Se a ideia de tentar fazer com que seus gatos fiquem em horários específicos das refeições ainda parece complicado, outra solução é colocar a comida do gato menor em uma área que o gato maior não pode alcançar.

Existem também comedouros para animais de estimação que só abrem para um determinado animal de estimação com base em seu microchip, uma maneira mais sofisticada de manter sua comida separada sem ter que recorrer a horários programados para as refeições. Confira como eles funcionam aqui!

  • Back to top