Surdas, dona e cachorra desenvolvem comunicação por sinais. Veja vídeos - Pet é pop
  • Surdas, dona e cachorra desenvolvem comunicação por sinais. Veja vídeos



    A americana Rebecca Malström, de 22 anos, não se deixa abater por qualquer dificuldade. Ginasta talentosa, viu seu futuro de atleta comprometido aos 15 anos, quando ficou surda.

    Arquivo pessoal

    No ano seguinte, viralizou na internet por causa da disputa em torno de uma camiseta. Com a estampa “Vidas negras importam”, ela usou a peça durante a ceia do Dia de Ação de Graças. Foi repreendida pela mãe e pelos juízes das redes sociais.

    Mesmo com o problema auditivo, ela se formou em comunicações na Universidade Towson, em Baltimore (EUA), mesma cidade em que vive. Conseguia acompanhar as aulas porque tornou-se uma especialista em leitura labial.

    Rebecca não é o único ser surdo em casa. Molly, a cadela da família, também é deficiente auditiva. Juntas, desenvolveram uma sinergia que independe de sons.

    Com a persistência de ginasta e o método de bacharel em comunicação, Rebecca ensinou truques e ordens para Molly por meio da linguagem de sinais.

    E é impressionante como a cadela responde aos estímulos enviados pela dona. Molly é esperta e sabe que a obediência rende generosos petiscos. As interações entre dona e cadela encantam a internet!

  • Back to top