Sua gata está com dificuldade para amamentar a ninhada? Pode ser mastite - Pet é pop

Sua gata está com dificuldade para amamentar a ninhada? Pode ser mastite

Sua gata está com dificuldade para amamentar a ninhada? Pode ser mastite
Sua gata está com dificuldade para amamentar a ninhada? Pode ser mastite
Sua gata está com dificuldade para amamentar a ninhada? Pode ser mastite (Foto: Pixabay)

A amamentação é de extrema importância para a nutrição de uma ninhada durante o início da vida dos filhotes. No entanto, a amamentação pode se tornar dolorosa e desafiadora para gatos com uma doença de mama chamada mastite.

Veja também:

+ Fotos: cadela pastora alemã dá à luz ninhada com 16 candidatos a cão-guia
+ Mulher morre tentando salvar seus gatos durante incêndio
+ Vai viajar com o seu pet no Carnaval? Saiba que cuidados tomar

A mastite em gatos requer diagnóstico e tratamento veterinário imediato para que a nova mamãe possa confortavelmente voltar a fazer o que ela faz de melhor: cuidar de seus gatinhos.

O que é a mastite?

A mastite é a inflamação da glândula mamária dentro da mama. Pode afetar uma glândula mamária ou várias glândulas mamárias. É menos comum em gatos do que em cães.

Causas de mastite em gatas

A maioria dos casos de mastite em gatas é causada por bactérias que penetram na mama e sobem para as glândulas mamárias, causando infecção e inflamação. As bactérias podem entrar na mama de várias maneiras:

  • Trauma: trauma na mama, como por mordidas pelos dentes afiados dos filhotes ou lesões traumáticas na mama, criando uma ferida aberta através da qual as bactérias podem entrar e alcançar a glândula mamária.
  • Condições de vida ruins: um ambiente sujo pode estar repleto de bactérias que podem entrar na mama e causar mastite.
  • Corrente sanguínea: as bactérias na corrente sanguínea de um gato podem viajar para as mamas.

Menos comumente, a mastite em gatas pode ser causada por galactostase, uma condição não infecciosa que ocorre quando a mama se enche repentinamente de leite.

A galactostase pode ocorrer quando os filhotes param de mamar, um gatinho morre ou uma obstrução dentro da mama impede que o leite saia.

Apenas gatas grávidas podem ter mastite?

As gatas que deram à luz recentemente são mais suscetíveis à mastite. No entanto, gatas que não estão grávidas também podem ter mastite, apesar de ser muito raro.

Sintomas de mastite em gatos

A mastite precoce não é facilmente aparente, mas os gatinhos podem fornecer uma pista. A mastite pode impedir que os gatinhos se alimentem bem, fazendo com que eles não ganhem peso adequadamente. Os sintomas pioram à medida que a doença progride:

  • Seios vermelhos, inchados, firmes e doloridos que parecem quentes ao toque
  • Alterações na aparência do leite: mais espesso, presença de pus, possível presença de sangue
  • Diminuição da produção de leite

A mastite se torna grave quando a bactéria na mama atinge a corrente sanguínea e causa sepse com risco de vida. Os sinais de mastite grave incluem:

  • Anorexia
  • Letargia
  • Negligenciando os filhotes
  • Febre
  • Desidratação
  • Vômito
  • Seios descoloridos (vermelho, roxo, preto) à medida que o tecido mamário afetado começa a morrer
  • Ulcerações nas mamas afetadas
Diagnosticando a mastite em gatos

Se você acha que sua gata está com mastite, seu veterinário fará perguntas, como quais sintomas você notou e quando os notou pela primeira vez. Eles também farão um exame físico, prestando muita atenção às mamas afetadas.

Tratando a mastite 

O tratamento da mastite ocorre em casa ou no hospital, dependendo da gravidade da condição. O tratamento caseiro para a mastite inclui antibióticos orais, analgésicos orais e medicamentos anti-inflamatórios e tratamentos locais para as mamas afetadas. Seu veterinário fornecerá instruções específicas para tratar sua gata em casa.

Os antibióticos terão como alvo as bactérias que mais comumente causam mastite. Seu veterinário selecionará um antibiótico oral que não passará pelo leite, por isso, os filhotes devem continuar sendo amamentados durante o tratamento.

Dê todo o curso de antibióticos para garantir que todas as bactérias sejam mortas. A medicação anti-inflamatória ajudará a aliviar a dor e a inflamação associadas à mastite.

Já as gatas com um quadro grave de mastite precisam ser tratadas com fluidos intravenosos e antibioticoterapia agressiva no hospital. Mamas afetadas com tecido mamário morto requerem remoção cirúrgica. Os gatinhos podem precisar ser suplementados com fórmula enquanto a mãe está sendo tratada.

Como prevenir a mastite em gatos

Algumas estratégias podem ajudar a prevenir a mastite em gatas:

  • Remova e limpe imediatamente qualquer roupa de cama suja na área de amamentação
  • Apare as unhas dos filhotes
  • Certifique-se de que os gatinhos mamam em todos os mamilos igualmente
  • Raspe o pelo ao redor dos seios
  • Castre sua gata


  • Back to top