Seu gato anda com uma sede fora do normal? Pode ser indício de diabetes - Pet é pop

Seu gato anda com uma sede fora do normal? Pode ser indício de diabetes

Seu gato anda com uma sede fora do normal? Pode ser indício de diabetes
Seu gato anda com uma sede fora do normal? Pode ser indício de diabetes
Seu gato anda com uma sede fora do normal? Pode ser indício de diabetes (Foto: Carolien van Oijen/Unsplash)

Se o seu gato está bebendo muito mais água do que o normal, cuidado! Especialistas alertam que isso pode ser sinal de diabetes. Veja o que fazer!

Veja também:

+ Seu pet anda com sede excessiva? Cuidado, esse pode ser um sinal da diabetes
+ Vídeo: Cão sofre colapso e é ressuscitado por desconhecido que aprendeu procedimentos na internet
+ Conheça os cuidados com o seu cão em praias e piscinas durante o verão

Estudos afirmam que a ingestão total de água de um gato deve ser em torno de 50-60 ml por kg de peso corporal diariamente. Para um seu gato médio, isso equivale a cerca de 350 ml, que é cerca de uma xícara e meia.

No entanto, esse número pode variar porque o consumo de água também é afetado pelo calor e pela dieta. Todos os alimentos para gatos contêm umidade e, portanto, água. Um gato que consome comida úmida normalmente precisará beber menos água fresca do que um gato que se alimenta principalmente de comida seca.

Muitos gatos bebem apenas cerca de 60 a 80 ml de água fresca diariamente por causa do que comem. Mas, se você notou um aumento dramático na ingestão de água, seu gato provavelmente bebia apenas meia xícara de água diariamente.

Se você suspeita que seu felino está com diabetes, marque uma consulta com seu veterinário para um check-up. Os próximos passos seriam fazer uma curva de glicose onde a glicemia é medida a cada duas horas durante um dia inteiro. Esse exame pode ser feito em qualquer hospital veterinário. O objetivo do teste é mostrar se a dosagem atual de insulina precisará ou não ser ajustada.

Outra coisa importante que precisa ser feita é colocar seu gato em uma dieta, pois a perda de peso também será útil na manutenção do açúcar do sangue do seu felino. Seu próprio veterinário ou a unidade de cuidados urgentes devem ajudá-lo a selecionar uma boa escolha e prescrever essa dieta.

Uma vez bem administrado, seu gato precisará de uma vida inteira de monitoramento periódico e possíveis ajustes em suas doses de insulina, conforme necessário.



  • Back to top