Saiba quando está frio demais para passear com o seu cão - Pet é pop

Saiba quando está frio demais para passear com o seu cão

Saiba quando está frio demais para passear com o seu cão
Saiba quando está frio demais para passear com o seu cão
Saiba quando está frio demais para passear com o seu cão (Foto: Matthew Henry/Unsplash)

À medida que o inverno se aproxima, alguns donos podem se perguntar: quão frio é frio demais para levá-los para passear? Confira o que dizem os especialistas!

Veja também:

+ Saiba como proteger seu pet contra o frio deste inverno rigoroso
+ Tenho o hábito de beijar meu cão na boca, isso é um problema? Especialista responde
+ Vídeo hilário: cão descobre que luzes acendem com latidos e resolve se divertir

Como seu cão lida com o frio depende muito de sua pelagem natural. Se seu cachorro tem muito pelo, como um pastor alemão ou um husky siberiano, ele estará mais protegido das baixas temperaturas do que um cachorro com pelo curto, como um beagle ou um buldogue inglês.

Mas a maioria das raças provavelmente está bem na maioria das temperaturas do inverno brasileiro. Dito isto, existem algumas boas regras gerais a serem seguidas para garantir que seus amigos caninos não sofram quando o frio se estabelecer de vez.

Algumas orientações a seguir

Uma boa dica é sentir suas extremidades. Se você sentir que suas orelhas ou pés estão um pouco frios ao toque, isso sugere que sua temperatura central pode estar um pouco baixa, então providencie um casaco ou cobertor, ou se estiver muito frio, pense em colocar um aquecedor no ambiente.

Além da pelagem de diferentes raças, é importante saber que animais menores têm mais área de superfície para seu peso do que animais maiores, o que significa que eles têm mais área de superfície para perder calor em comparação com um cão maior e mais pesado.

Cães pequenos e magros geralmente lutam um pouco mais com o frio do que outros cães por esse motivo. Por exemplo, os galgos italianos são muito mais vulneráveis ​​do que os galgos comuns.

Se estamos com frio, eles provavelmente também estão. Um casaco mais grosso ajuda a diminuir a perda de calor, o que é bom se você vive em um ambiente muito frio, como nos estados da região Sul do Brasil.

Que comportamentos podemos procurar?

Se o seu cão está tremendo, curvado e com o rabo dobrado, tentando colocar as patas perto do corpo ou tirá-las do chão frio, ele está provavelmente desconfortável com o frio.

Se o cão está parado, eles correm mais risco de ficar com frio. Por exemplo, enrolamos nosso menor cachorro em um cobertor quando ele está em casa, mas quando ele está correndo, parece gerar calor suficiente para ficar confortável.

Em casa, preste atenção onde os cães estão dormindo. Se eles estão enrolados em uma bolinha na cama mais grossa que podem encontrar, ou se aninhando debaixo de cobertores, eles estão tentando se manter aquecidos.

Se os cães não estão dormindo bem à noite ou acordam muito de madrugada, é uma boa ideia verificar o quão frio eles estão e tentar oferecer-lhes algumas opções mais quentes para se aninhar e dormir.

Deixando seu cão escolher

No Brasil, um dia frio é geralmente mais fácil para cães lidarem do que um dia muito quente. Então, deixe os cães escolherem, tanto quanto possível, o que eles precisam para controlar sua temperatura central.

Por exemplo, você pode fornecer uma cama com uma capa ou roupas de cama extras e cobertores em um dia frio, para que eles possam usar o que precisam e se afastarem quando estiverem aquecidos o suficiente.



  • Back to top