Saiba de uma vez por todas o que acontece com um cão que come chocolate - Pet é pop

Saiba de uma vez por todas o que acontece com um cão que come chocolate

Saiba de uma vez por todas o que acontece com um cão que come chocolate
Saiba de uma vez por todas o que acontece com um cão que come chocolate
Saiba de uma vez por todas o que acontece com um cão que come chocolate (Foto: Roberto Nickson/Unsplash)

Se você tem cachorros em casa, provavelmente sabe que chocolates são absolutamente proibidos. Mas o que acontece, fisiologicamente, se seu cachorro consumir chocolate?

Veja também:

9 comidas que você tem em casa e que colocam em risco a saúde do seu pet
Seu cão tem crises de vômito? Saiba por que isso acontece e o que fazer
Tudo o que você precisa saber para alimentar um filhote de cachorro

O que fazer se seu cachorro comer chocolate?

De acordo com a Dra. Katy Nelson, veterinária sênior da Chewy.com, a coisa mais importante a fazer é agir rapidamente. Se você tem motivos para acreditar que seu cão consumiu uma quantidade perigosa de chocolate, você não deve perder tempo cuidando dele apenas para ter certeza de que nada sério acontece.

“Se você está preocupado que seu animal de estimação tenha consumido chocolate, você deve sempre ligar para seu veterinário antes de tentar qualquer remédio caseiro”, disse a Dra. Nelson ao Green Matters. “A toxicidade do chocolate pode resultar em arritmias cardíacas com risco de vida, tremores musculares, convulsões e muito mais. E toma conta rapidamente (6-12 horas após a ingestão), então o tempo é essencial após a ingestão.”

Se você não tiver certeza se a quantidade que seu cão consumiu é considerada letal ou perigosa, a Dra. Nelson indicou a Calculadora de Toxicidade do Chocolate do PetMD, que calcula o peso do filhote e a quantidade de chocolate para avaliar o risco.

O que realmente acontece quando seu cachorro consome chocolate?

A crença que qualquer quantidade de chocolate é venenosa para cães é muito popular, porém, sabemos que ele age como uma droga ilícita para cães, ou seja, um pouco pode não matá-lo, mas não vai fazer bem. O que pode matar são quantidades maiores. Então, o que realmente acontece quando seu cachorro consome chocolate?

A Dra. Nelson explicou que existem dois princípios tóxicos no chocolate: teobromina e cafeína. Normalmente, há três a 10 vezes mais teobromina do que cafeína no chocolate, mas ambas desempenham um papel na síndrome clínica observada na intoxicação. Além disso, a quantidade de cafeína e teobromina varia naturalmente com os grãos do cacau e com a produção da marca.

(Foto: Charisse Kenion/Unsplash)

Se você suspeita que seu cão pode ter comido chocolate, alguns sintomas que você pode notar incluem aumento da urina, aumento da sede, diarréia, vômitos, inquietação, hiperatividade, marcha irregular, tremores ou convulsões.

Existem alguns outros alimentos dos quais você deve manter seu cão longe

Você pode ter ouvido falar em manter o chocolate longe do seu cachorro, mas a Dra. Nelson advertiu que há um monte de alimentos que você deve ter cuidado se você está constantemente alimentando seu animal de estimação na mesa.

Alguns dos alimentos mais comuns mencionados pela Dra. Nelson incluem álcool, abacate, café e qualquer cafeína, uvas/passas, macadâmia, laticínios, nozes, cebolas, alho, cebolinha, carne crua ou mal passada, ovos, ossos, salgados/lanches, xilitol e massa de fermento.

Felizmente, existem alguns produtos que tornam mais fácil manter seu cão longe de seus vícios favoritos

Apenas 28 gramas de chocolate ao leite por quilo de peso do cão pode ser letal para ele, mas isso não significa que não haja medidas que você possa tomar para se certificar de manter seu cão longe.

“Certifique-se de armazenar alimentos nocivos onde os animais de estimação não possam acessá-los, como em armários ou despensas”, disse a Dra. Nelson. “Se você estiver cozinhando com chocolate, pode colocar um portão para manter seu cachorro fora da cozinha. Para manter seu animal de estimação ocupado, você pode dar a eles suas próprias guloseimas, brinquedos que dispensam petiscos e outros tipos de brinquedos interativos.”

  • Back to top