Saiba como se preparar para receber um gato adotado em casa - Pet é pop

Saiba como se preparar para receber um gato adotado em casa

Saiba como se preparar para receber um gato adotado em casa
Saiba como se preparar para receber um gato adotado em casa
Saiba como se preparar para receber um gato adotado em casa (Foto: Margarita Kosior/Unsplash)

Adotar um gato é um passo incrível para qualquer família. Se você decidiu que está pronto para entrar em um abrigo e levar um felino fofo, confira algumas dicas que podem ajudá-lo!

Veja também:

+ ‘Você foi adotado!’: vídeos com reação dos gatos a essa frase divertem o povo no Instagram
+ Pets são parte da família para 95% das pessoas, mostra pesquisa
+ 7 hábitos diários que vão fazer de você um dono melhor para o seu cão

Como qualquer grande decisão da vida, é importante pesquisar antes de adotar um gato. Se você está pronto para adotar um gatinho e começar sua vida juntos, aqui estão algumas maneiras de se preparar para este grande passo:

1. Conheça o gato primeiro

Antes de escolher um gato, é muito importante primeiro passar um tempo com os gatos que você tem que escolher. Não tome uma decisão instantânea logo após entrar no abrigo.

Tente escolher uma semana em que você possa visitar o abrigo por 2 a 3 dias. Isso lhe dará tempo de sobra para conhecer os gatos e descobrir qual é o melhor para você. Idealmente, várias semanas seriam o melhor período de tempo para conhecer os gatos, mas isso nem sempre é realista.

Passe várias horas no abrigo de cada vez, andando e passando tempo com vários gatos diferentes. Neste momento, você poderá encontrar um que tenha uma personalidade compatível com você e sua família.

Se você é aventureiro e enérgico, pode não ser uma boa ideia escolher um gato descontraído e sonolento e vice-versa. Tente ser realista e escolha o gato que se encaixa perfeitamente em sua vida para que você possa dar a ele a melhor vida possível. Além disso, nunca baseie sua decisão nas aparências, pois um gato é muito mais do que sua bela pelagem ou marcas.

2. Prepare sua casa para receber o gato

A próxima coisa que você precisa fazer é preparar sua casa. Os gatos são criaturas muito sensíveis e serão fortemente afetados pelo ambiente, então você precisará criar um ambiente para fazê-los se sentirem seguros e em casa.

A melhor maneira de fazer isso é criar vários lugares para gatos em sua casa. Coloque cobertores felpudos, brinquedos e caixas de areia. Você também deve fazer um lugar seguro para eles comerem e beberem.

É uma boa ideia levar um brinquedo ou um cobertor para o abrigo para que eles usem para que pelo menos um item tenha o cheiro deles. Estes são todos pequenos passos que podem fazer uma enorme diferença na rapidez com que seu novo gato se ajusta ao seu espaço de vida.

3. Fale com a equipe do abrigo

Outro passo realmente importante que você deve tomar antes de colocar seu coração em um gato de abrigo é conversar com a equipe do abrigo. Eles podem ser muito úteis, pois passam todos os dias com os gatos e os conhecem bem.

Tente vir preparado com muitas perguntas para ajudá-lo a saber se um determinado gato é ideal para você. Muitos abrigos também têm certos requisitos para cada gato que os ajudam a encontrar o lar perfeito.

Certifique-se de falar sobre quantas pessoas moram com você, bem como se você tem outros animais de estimação. Esses são detalhes muito importantes e podem fazer a diferença entre adotar um gato ou outro.

Alguns gatos se dão bem com crianças, enquanto outros não, e alguns podem viver com outros animais de estimação, enquanto outros não. É por isso que é importante descobrir o que será melhor para o gato que você está procurando.

4. Saiba mais sobre o comportamento do gato

Antes de adotar um gato, é importante pesquisar sobre o comportamento de gatos de abrigo. Alguns desses gatos viveram vidas que nunca entenderemos, e todos carregam seus próprios traumas e memórias do passado. Eles exigem atenção e compreensão especiais, pois lidarão com as situações de maneira única e você não quer apressá-los.

Gatos de abrigos podem ter certos problemas comportamentais que precisarão resolver. Isso pode incluir coisas como agressão e fazer xixi fora da caixa de areia. É por isso que é tão importante entender que eles precisarão de tempo e muita paciência, você não pode apressá-los e precisará dar-lhes espaço para confiar e se sentir confortável vivendo com você.

5. Não se esqueça de conversar com sua família

Se você mora com sua própria família ou outras pessoas em casa, é importante discutir essa importante decisão com eles. Decida quem será responsável por fazer o quê pelo gato e como agir quando ele chegar ao novo lar. As crianças, especialmente, devem estar preparadas com antecedência para levar as coisas devagar e ser mais gentis com o novo gato.



  • Back to top