Saiba como diagnosticar e o que fazer caso seu gato pegue um resfriado - Pet é pop

Saiba como diagnosticar e o que fazer caso seu gato pegue um resfriado

Saiba como diagnosticar e o que fazer caso seu gato pegue um resfriado
Saiba como diagnosticar e o que fazer caso seu gato pegue um resfriado
Saiba como diagnosticar e o que fazer caso seu gato pegue um resfriado (Foto: Ash Edmonds/Unsplash)

Se você pensa que o seu gato pode estar com um resfriado, não se preocupe. Confira algumas dicas de veterinários para diagnosticar corretamente e tratar o seu felino!

Veja também:

+ Proteja o seu gato contra os perigos em vários pontos da casa
+ Vídeo: gato implora por pedaço de pizza de um jeito comovente
+ Os gatos podem ser psicopatas? Novo estudo tenta responder

Assim como os humanos, os gatos podem contrair doenças respiratórias, como gripe felina, calicivírus felino (FCV), pneumonia e rinotraqueíte viral felina (FVR). Quando um gato é infectado com um calicivírus felino ou rinotraqueíte viral felina, ele se torna portador desse vírus. Isso significa que os períodos de estresse podem causar o surto do vírus, como uma afta, deixando seu gato doente.

O FCV é o único que causa úlceras na boca do gato ou ao redor do nariz. A FVR é causada pelo herpesvírus felino tipo 1 e é principalmente caracterizada por olhos inflamados e secreção dentro e ao redor da área dos olhos.

Já a pneumonia costuma ser o resultado de resfriados não tratados. Especialistas aos pais de gatos que entrem em contato com o veterinário imediatamente se o gato apresentar algum sinal de pneumonia, como dificuldade para respirar ou tosse excessiva.

É importante notar que espirros e tosses isolados são perfeitamente normais. Assim, como os humanos, os gatos não gostam de respirar poeira. São os longos ataques de espirros ou tosse, repetidos com frequência ao longo de alguns dias que são preocupantes.

Como posso saber se meu gato está resfriado?

Os gatos são muito bons em esconder seus sentimentos das pessoas. Você tem que ser um detetive diligente e um observador atento quando se trata de monitorar a saúde do seu gato.

Qualquer irregularidade vale a pena mencionar ao seu veterinário no check-up anual do seu gato. Embora todos os gatinhos sejam únicos, seu gato provavelmente apresentará um ou mais dos seguintes sintomas se estiver resfriado:

  • Nariz escorrendo (corrimento amarelo, verde ou claro)
  • Nariz entupido ( espiração com a boca aberta)
  • Espirros frequentes
  • Tosse (não relacionada a bolas de pelo)
  • Letargia
  • Apetite diminuído
  • Febre
  • Olhos vermelhos e lacrimejantes
  • Úlceras na boca
  • Dificuldade para respirar

Novamente, esses sintomas são apenas alguns que os veterinários reconhecem como fortes indicadores de que seu gato está resfriado. Você conhece melhor o seu gato do que ninguém, então, se algo está errado com seu comportamento, não espere e leve-os ao veterinário para uma consulta.

Confira 4 medidas para ajudar seu gato a combater uma infecção respiratória:

1. Administre o medicamento prescrito pelo seu veterinário

O modo como você trata um gato resfriado depende da causa raiz do resfriado. Para infecções bacterianas, administre antibióticos prescritos por seu veterinário exatamente como dirigido. Mesmo que o seu gato comece a agir como ele mesmo, termine a medicação para matar completamente a doença.

2. Trate os sintomas

Quando se trata de vírus, tudo o que você pode fazer é tratar os sintomas. Alguns veterinários podem recomendar colírios ou remédios para febre para ajudar a aliviar o desconforto enquanto o corpo do gato recupera as forças.

Se o seu gato estiver com o nariz escorrendo, limpe suavemente o ranho com um pano úmido e quente para ajudá-lo a respirar mais facilmente. Aumente o apetite com suas comidas favoritas. Deixe um umidificador em algum lugar que ele gosta de relaxar na casa ou deixe-os descansar no banheiro enquanto toma um banho quente, para que o vapor ajude-o a descongestionar.

3. Construa o sistema imunológico do seu gato

Adicione suplementos de L-lisina à comida para ajudar a fortalecer o sistema imunológico. Você pode encontrá-lo em pó em uma variedade de marcas (que é fácil de misturar em alimentos úmidos) ou em forma de tratamento. Garanta que seus gatos tenham bastante água doce e fiquem super hidratados.

4. Procure seu veterinário

Se você desconfia que seu gato possa estar doente, leve-o ao veterinário. Eles podem querer fazer um exame de sangue para se certificar de que seu gatinho não está sofrendo (ou escondendo) de uma doença mais séria. Quanto mais cedo você reconhecer que seu gato está resfriado, melhor.



  • Back to top