Saiba como diagnosticar e o que fazer caso o seu gato sofra com gases - Pet é pop

Saiba como diagnosticar e o que fazer caso o seu gato sofra com gases

Saiba como diagnosticar e o que fazer caso o seu gato sofra com gases
Saiba como diagnosticar e o que fazer caso o seu gato sofra com gases
Saiba como diagnosticar e o que fazer caso o seu gato sofra com gases (Foto: Michael Sum/Unsplash)

Seu gato parece estar com gases? Se você é um dono de gato ou amante geral de gatinhos, pode estar se perguntando: os gatos peidam? Veja o que os especialistas têm a dizer e como dar um jeito nisso!

Veja também:

+ Vídeo: gato não suporta a convivência com cão que sofre de gases
+ Especialistas ajudam a entender o que o seu cão quer dizer quando não tira os olhos de você
+ Por que os gatos arqueiam as costas quando se encontram com um cão

De acordo com o Dr. Zac Pilossoph, veterinário consultor da Healthy Paws Pet Insurance, os gatos, assim como a maioria dos mamíferos, peidam. A flatulência acontece como resultado da comida, que gera um acúmulo de gás que, ao ser digerida, viaja pelo trato digestivo e acaba saindo em forma de peido.

“Na maioria das vezes, porém, é silencioso e não tem odor detectável. Os gatos costumam expelir gases silenciosamente e não há muito odor neles. A maioria dos casos de flatulência detectável de gatos indica que pode haver algo com sua saúde intestinal”, explicou o especialista ao site Parade.

Por que os gatos ficam com gases?

Assim como algumas pessoas, alguns gatos podem ser mais “gasosos” do que outros. Embora vários fatores diferentes possam ser o motivo, os gatos que têm peidos frequentes e com odor forte podem estar apresentando sintomas de outro problema.

“Às vezes, os gatos podem ter inchaço excessivo, desconforto e gases com cheiro ruim. Gatos que têm excesso de gases ou gases fétidos podem sugerir que há um distúrbio gastrointestinal”, explicou o Dr. Pilossoph.

Um gato particularmente gasoso pode ser uma indicação de intolerância alimentar ou alergia. “Especificamente, gatos com intolerância ou alergias alimentares, que engolem seus alimentos e comem muito rapidamente, ou gatos com síndrome inflamatória intestinal podem ter mais probabilidade de ter mais gases. Nesse caso, seu gato precisa ver o veterinário para chegar ao fundo do problema”, sugeriu o médico.

Quando visitar um veterinário

Se o seu gato estiver com gases excessivos, é melhor visitar um veterinário, especialmente se isso estiver associado a vômito, diarreia, sangue nas fezes, entre outros. Afinal, como dono de um gato, não há muito o que fazer em casa para “tratar” o gás.

“O excesso de gás não é uma ‘doença’, mas sim um sintoma de uma condição subjacente. Se você está preocupado com excesso de gás ou gás anormalmente fétido, seria inteligente consultar um veterinário”, disse o o Dr. Pilossoph.

Algumas coisas que você pode fazer, no entanto, com a aprovação do seu veterinário, incluem mudar a comida do seu gato (já que o gás pode ser devido a uma intolerância ou alergia), ajustar a quantidade de comida do seu gato ou mantê-lo longe de qualquer coisa que ele possa estar comendo que não é comida (como lixo ou plantas).



  • Back to top