Remover as garras dos gatos vai virar crime em Nova York - Pet é pop

Remover as garras dos gatos vai virar crime em Nova York



Em seus estágios finais de passagem por comissões na assembleia local, falta pouco para virar lei um projeto que torna ilegal a remoção total ou parcial das garras de gatos em todo o estado de Nova York.

Quando a lei entrar em vigor, quem for pego praticando onicotomia (remoção completa), falangectomia (extração parcial ou total das falanges) ou tendonectomia (corte dos tendões que os gatos usam para expor as garras) será multado em até US$ 1.000 (cerca de R$ 3.940).

A prática de remoção das garras já é considerada crime em várias cidades da Califórnia e em países como Suíça, Israel e Reino Unido. Caso passe pela assembleia, Nova York será o primeiro estado americano a condenar a prática.

“As garras têm um papel importante em vários aspectos na vida do gato. Eles as usam para escalar, manter o equilíbrio, alongar o corpo, aliviar o estresse e fugir de perigos”, diz um memorando da Assembleia de Nova York.

O documento acrescenta que, quando as garras são removidas, “o animal muda a sua marcha e os pontos de apoio do corpo. Isso pode provocar lesões nas juntas das pernas e espinha e levar a uma artrite precoce ou dores prolongadas nas costas e juntas”.

Os procedimentos de remoção total ou parcial só serão permitidos em cinco situações: alguma moléstia recorrente, infecções, doenças, ferimentos ou condições anormais de uma ou mais garras.

Veja também

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’
+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância
+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo

  • Back to top