Quatro ingredientes a serem evitados nos petiscos dados a seu pet - Pet é pop

Quatro ingredientes a serem evitados nos petiscos dados a seu pet

Quatro ingredientes a serem evitados nos petiscos dados a seu pet



Quatro ingredientes a serem evitados nos petiscos dados a seu pet
Imagem de jagdprinzessin por Pixabay

Você adora mimar o seu pet com um delicioso petisco? Fique atento: muitas marcas incluem ingredientes que fazem mal para a saúde de seu animal de estimação. Algumas substâncias não oferecem qualquer valor nutricional, enquanto outras podem potencialmente provocar efeitos colaterais nocivos. Por isso, selecionamos quatro ingredientes que devem ser evitados nos petiscos do seu pet.

Veja também:

1. Produtos derivados de carne

A carne é uma parte importante da dieta do seu cão, mas há uma diferença entre uma refeição à base de carne ou de produtos derivados de carne. Além da questão nutricional, alimentos da segunda categoria são feitos a partir de restos de animais que os humanos jamais pensariam em comer. Segundo o Dog Food Advisor, os produtos derivados de carne podem ser feitos de carnes vencidas de supermercados e até de restos de animais sacrificados.

2. Corantes artificiais para alimentos

Petiscos marrons raramente parecem apetitosos, e os fabricantes de alimentos sabem que as pessoas estão mais propensas a comprar guloseimas de boa aparência. Assim, adicionam ingredientes extras para mudar a cor dos produtos. Os petiscos dos animais são tingidos para ficarem mais parecidos com os alimentos naturais, incluindo carnes e vegetais. No entanto, os corantes artificias podem fazer mal à saúde do seu cão e devem ser evitados.

3. Conservantes BHA e BHT

Conservantes são ingredientes comuns para que os alimentos de humanos e animais durem mais tempo. O BHA e o BHT, por exemplo, são antioxidantes que protegem as gorduras e os óleos dos alimentos de ficarem rançosos ou desenvolverem um sabor diferente. Mas atenção: o BHA e o BHT são substâncias químicas prejudiciais para a saúde dos cães. O Dog Food Advisor relata que a exposição a longo prazo aos dois conservantes pode levar a danos nos rins, insuficiência hepática e até câncer.

4. Xarope de milho

O xarope de milho é um adoçante popular usado nos alimentos dos humanos e um ingrediente comum também nos petiscos para cães. O produto já tem uma reputação negativa por deixar crianças viciadas em doces e causar obesidade, os mesmos riscos se aplicam aos animais de estimação. Apesar de seu pet parecer adorar os alimentos fabricados com xarope de milho, este não tem qualquer valor nutricional. Comer regularmente petiscos cheios de xarope de milho pode levar seu cão à obesidade, diabetes e problemas dentários.

Veja também:

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top