Posso adotar uma dieta vegana ou vegetariana para o meu pet? Cientista responde - Pet é pop

Posso adotar uma dieta vegana ou vegetariana para o meu pet? Cientista responde



Donos de animais frequentemente projetam suas crenças sobre a saúde humana em seus animais de estimação. Ansiedades sobre supostos danos causados ​​por vacinas em crianças, por exemplo, desencadearam um movimento contra a vacinação entre veterinários e donos de animais.

Crenças em terapias médicas alternativas para pessoas, como fitoterapia e acupuntura, podem motivar os donos de animais a buscar tais tratamentos para os seus pets. Mas talvez o exemplo mais comum desse fenômeno seja a tradução das crenças e modas dietéticas da nutrição humana para as práticas de alimentação animal.

Formado pela Escola de Medicina Veterinária da Universidade da Pensilvânia (EUA), o veterinário Brennen McKenzie se debruça sobre essas questões. Ele teminteresse especial em promover medicina veterinária baseada na ciência. Seus estudos e conclusões fizeram dele o presidente da Associação Médica Veterinária Baseada em Evidências. E o texto abaixo é de sua autoria.

Pixabay

Essa projeção de práticas alimentares humanas em animais de estimação assume muitas formas. Nos calcanhares de uma onda de histeria sobre o glúten e os efeitos na saúde dos grãos em humanos, vimos o aumento da popularidade de alimentos para animais sem grãos, que agora compõem quase a metade das dietas comerciais para cães e gatos.

Ingredientes orgânicos são frequentemente comercializados para donos de animais de estimação como trazendo benefícios de saúde, baseados na crença de que isso é verdade para as pessoas, apesar da falta de evidências reais desse efeito benéfico em humanos ou em outros animais.

Entre aqueles que minimizam ou evitam produtos animais em sua própria dieta, existe um interesse significativo em adotar nutrição vegetariana ou vegana para seus animais de estimação.

Cardápio humano x menu pet

As pessoas podem evitar carne ou outros produtos de origem animal em sua dieta por uma variedade de razões, incluindo preocupações sobre o bem-estar animal, crenças sobre os efeitos na saúde de alimentos à base de plantas e animais e restrições dietéticas religiosas.

Pesquisas com proprietários de animais indicam que aqueles que seguem uma dieta vegana (não comem alimentos de origem animal) ou outras dietas vegetarianas (consumo limitado de alguns tipos de alimentos animais) às vezes sentem desconforto em violar suas próprias regras alimentares na alimentação de seus cães. e gatos. Especialmente se suas próprias escolhas alimentares são movidas por preocupações religiosas ou éticas.

Eles têm um claro interesse e motivação para adotar dietas vegetarianas ou veganas para seus animais de estimação, mas muitos não se preocupam em calcular os efeitos sobre a saúde dessa medida em seus pets.

Crenças sobre as necessidades nutricionais de cães e gatos são muitas vezes baseadas na noção de que, qualquer que seja a nutrição de canídeos e felídeos selvagens, deve ser boa, “natural” e, portanto, saudável para nossos animais de estimação.

No entanto, os carnívoros selvagens frequentemente sofrem de desnutrição, parasitismo e outros males associados à sua dieta. Por isso é um erro imaginar que a dieta disponível para eles na natureza é perfeitamente adequada para otimizar sua saúde.

Stock Free

A história natural tem uma influência sobre as necessidades nutricionais de uma espécie, mas essas exigências nem sempre são mais bem atendidas por uma dieta idêntica àquela dos ancestrais selvagens dos animais modernos.

Isso é especialmente verdadeiro para os animais que foram domesticados, um processo que induz mudanças significativas na anatomia e fisiologia das espécies domésticas.

Pugs caçadores

Os cães foram drasticamente afetados por sua longa associação com seres humanos. Algumas dessas mudanças são óbvias, e sua relevância para o conceito de uma dieta “natural” como a dos lobos e cães selvagens é clara.

É improvável que um bando de pugs selvagens ou buldogues franceses seja visto correndo e atacando um alce ou um antílope. E a ideia de que isso seria uma dieta ideal para eles é claramente ridícula. No entanto, mesmo raças com uma anatomia mais tipicamente canina sofreram alterações na morfologia e fisiologia, refletindo sua adaptação aos alimentos humanos.

Desde a dentição até a capacidade de digerir amidos e saborear doces, os cães foram moldados pela domesticação e estão bem adaptados a uma dieta onívora.

Teoricamente, então, os cães devem ser capazes de se alimentar bem com dietas vegetarianas ou veganas. Mas há poucos estudos demonstrando isso, e essas estratégias nutricionais podem ser problemáticas.

Doença cardíaca

Uma dieta vegana deve ser formulada de maneira apropriada e cuidadosa para atender às necessidades dos cães. E há menos espaço para erros do que com dietas contendo ingredientes animais. Numerosos estudos de alimentos comerciais para animais veganos e vegetarianos encontraram erros de formulação e inadequações em nutrientes essenciais.

Alguns estudos também encontraram DNA de mamíferos em tais dietas, sugerindo que elas podem nem ser rotuladas com precisão como vegetarianas ou veganas.

Mesmo dietas que parecem adequadas no papel ou em testes de laboratório podem não dar o necessário suporte para a saúde do pet em condições do mundo real.

A maioria das dietas comerciais sem grãos, por exemplo, deve ser nutricionalmente completa para cães, mas relatos recentes de cardiomiopatia [comprometimento na capacidade de bombear sangue] em cães que ingerem tais dietas sugerem um sério risco para a saúde de alguns indivíduos.

Até o momento, existem poucos estudos definitivos e uma séries de casos relatados de baixa qualidade científica para avalia a saúde de cães alimentados com rações veganas ou vegetarianas. Essas evidências limitadas deixam uma incerteza significativa sobre os riscos e benefícios dessas dietas para cães domésticos.

Felinos carnívoros
PxHere

Os gatos foram menos alterados pela domesticação e pela seleção artificial do que os cães. Claramente, eles ainda são carnívoros. Isso não significa que sejam mais saudáveis ​​quando alimentados apenas com pássaros e pequenos mamíferos. De fato, evidências indicam que esta não é a dieta mais segura nem saudável para os gatos domésticos.

A domesticação teve efeitos limitados na fisiologia dos gatos, e é improvável que suas necessidades nutricionais sejam efetivamente atendidas pelas dietas exclusivas com plantas.

A necessidade de vitamina A e aminoácidos específicos, que são escassos em alimentos à base de plantas, juntamente com exigências dietéticas adicionais específicas e conhecidas dos gatos, torna improvável que a alimentação a longo prazo de dietas veganas estimule a boa saúde nessa espécie.

Existem poucos estudos que avaliam os efeitos na saúde de dietas baseadas em plantas para gatos. Algumas pesquisas encontraram deficiências de alguns nutrientes nos felinos, mas as evidências são limitadas e de baixa qualidade. Portanto, não é possível tirar conclusões robustas.

Veredito

Não há evidências de que as dietas vegetarianas tragam benefícios para a saúde de cães e gatos. E não há razão real para acreditar que elas devam ser adotadas com base na fisiologia e nas necessidades nutricionais dessas espécies.

Os donos de pets podem optar por essas dietas devido a suas crenças filosóficas ou religiosas, mas os veterinários devem deixar claro que quaisquer benefícios potenciais à saúde do vegetarianismo para os seres humanos provavelmente não se aplicam a cães e gatos.

Domesticados, os cães são onívoros capazes de digerir alimentos vegetais e animais e, em teoria, podem viver sob uma alimentação vegetariana ou vegana. Mas essas dietas devem ser cuidadosamente formuladas, e muitos alimentos comerciais para cães vegetarianos não parecem ser nutricionalmente adequados.

Há também poucas pesquisas confiáveis ​​mostrando que os cães permanecem saudáveis ​​quando alimentados apenas com uma dieta vegana.

Dados os problemas de saúde observados com dietas teoricamente adequadas sem grãos, devemos ser cautelosos quanto aos riscos potenciais das formulações vegetarianas para cães até que haja mais evidências mostrando seus efeitos na saúde a longo prazo.

Os gatos chegam aos dias de hoje absolutamente carnívoros, com necessidades nutricionais que dificilmente serão efetivamente atendidas pelas dietas veganas. Essas dietas oferecem apenas riscos e nenhum benefícios para os felinos e devem ser evitadas.

Com informações do Veterinary Practice News

Veja também

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’
+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância
+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo

  • Back to top