Por que os cães espirram? Saiba a resposta e o que fazer em caso de excesso - Pet é pop

Por que os cães espirram? Saiba a resposta e o que fazer em caso de excesso

Por que os cães espirram? Saiba a resposta e o que fazer em caso de excesso
Por que os cães espirram? Saiba a resposta e o que fazer em caso de excesso
Por que os cães espirram? Saiba a resposta e o que fazer em caso de excesso (Foto: Victor Grabarczyk/Unsplash)

Seus cães espirram muito? Por que isso acontece? De acordo com especialistas, na maioria das vezes o espirro não é motivo para preocupação, mas também pode significar que seu cão está enfrentando algum problema respiratório mais sério.

Veja também:

Causas comuns para espirros em cães

Se o seu cão espirra tem inchaço nasal, coriza persistente ou sangramento nasal, ou está apalpando o nariz, é provável que haja um motivo subjacente. Não demore para entrar em contato com o seu veterinário para uma avaliação profissional.

Confira algumas causas que explicam porquê seus cães espirram:

  • Materiais vegetais

Na maioria das vezes, os espirros são o resultado de uma irritação transitória das vias nasais de um cão. Nesta circunstância, um espirro é a maneira do corpo desalojar ou expelir o irritante. Se esse irritante for, por exemplo, um pedaço de folha solto, um pedaço de grama recém-cortada ou algum outro pequeno objeto que é aspirado durante a investigação do seu cão sobre o ambiente, um ou dois espirros costumam ser suficientes para resolver o problema.

  • Alergias

Assim como nós, um cachorro pode ter alergias sazonais. Pólen ou grama, ácaros e certos produtos químicos domésticos são os culpados mais comuns de espirros caninos relacionados à alergia. Os cães que sofrem de alergias geralmente são mais propensos a infecções de pele e de ouvido. Converse com seu veterinário sobre as melhores maneiras de tratar essas alergias.

  • Infecções nasais e respiratórias de cães

Os espirros frequentes às vezes indicam uma infecção causada por um vírus, bactéria ou fungo. Os vírus (incluindo cinomose e parainfluenza) podem causar espirros em cães. Bordetella é uma das bactérias que causa tosse do canil, além de espirros.

A aspergilose é uma infecção nasal comum causada pela inalação do fungo aspergillus, que está basicamente em toda parte. Outros fungos inalados, como criptococos e blastomicose, também afetam o sistema respiratório de um cão e causam espirros. Todos estes são tratáveis ​​e podem ser diagnosticados (ou descartados) por uma visita ao veterinário.

  • Ácaros nasais

Em casos raros, espirros persistentes podem ser causados ​​por ácaros nasais. Esses minúsculos insetos, com cerca de um milímetro de tamanho, são encontrados na terra, e os cães que cavam com o nariz (como alguns cães costumam fazer) podem contraí-los dessa forma.

Esses ácaros, que podem ser muito irritantes para os cães, são contagiosos e requerem tratamento. Seu veterinário pode prescrever medicação tópica ou oral para eliminar e prevenir os ácaros nasais.

  • Câncer nasal canino

Um tumor cancerígeno na passagem nasal de um cão às vezes é a causa de espirros excessivos. O câncer nasal representa de 1 a 2% dos cânceres em cães e tem uma taxa de malignidade de 80%. Embora, como a maioria dos cânceres, não haja uma causa única conhecida, acredita-se que esse câncer tenha origens ambientais (fumaça de cigarro passivo, por exemplo) e genéticas. Raças de focinho mais longo, como Collies e Dachshunds, são as mais suscetíveis.

Além de espirros, os sintomas de tumores nasais incluem dificuldade para respirar, respiração ruidosa, secreção nasal com sangue, tosse, ronco alto, convulsões e inchaço facial. Se o seu cão apresentar alguns ou a maioria desses sintomas, ele deve ser examinado pelo veterinário o mais rápido possível.

  • Espirros de brincadeira

Seu cachorro espirra quando fica animado? Quando seu cachorro está se divertindo brincando com seus amigos, ele pode estar fazendo algo chamado “espirro de brincadeira”. Às vezes, um cachorro faz isso para sinalizar para outros cães que eles estão “apenas brincando” ou é “apenas um jogo”. Ou eles podem espirrar quando estão dando se divertindo no quintal, de pura alegria. Nada para se preocupar.

  • Espirros reversos

Os espirros reversos, não são realmente espirros, soam mais como uma buzina. Os veterinários chamam de respiração paroxística inspiratória, e é provocada por um espasmo muscular na parte de trás da boca de um cachorro, onde a boca encontra a garganta. O espasmo torna difícil para o cão inalar.

  • Raças de cães com probabilidade de espirrar

Existem também razões estruturais para os ataques de espirro de um cão. As passagens nasais de raças braquicefálicas (tipos de focinho curto como Buldogues, Pugs e Boston Terriers), são comprimidas, o que causa uma boa quantidade de espirros e roncos. Os cães dessas raças podem ter uma condição conhecida como síndrome de obstrução das vias aéreas braquicefálica e o espirro é um dos sintomas associados à síndrome.

  • Problemas dentários caninos

Embora possa não parecer uma causa óbvia, problemas dentários caninos, como dentes ou gengivas infectados e abcessos, podem criar uma infecção nas cavidades nasais, causando coriza e espirros.

  • Back to top