Por que gatos provocam mais alergias que cães? A ciência busca a resposta - Pet é pop

Por que gatos provocam mais alergias que cães? A ciência busca a resposta

Por que gatos provocam mais alergias que cães? A ciência busca a resposta
Por que gatos provocam mais alergias que cães? A ciência busca a resposta
Por que gatos provocam mais alergias que cães? A ciência busca a resposta (Foto: Mikhail Vasilyev/Unsplash)

Os gatos estão entre as causas mais comuns de alergias a animais de estimação. Na verdade, as alergias a gatos são duas vezes mais comuns que a cães, mas por quê? Os cientistas descobriram como funcionam as reações alérgicas aos gatinhos, que costumam levar à tosse e espirros.

Veja também:

+ Sofre com alergia? Confira as dez raças de cães que você deve evitar
+ Cães e gatos podem ter alergia de humanos? Veja o que dizem os cientistas
+ Produtos de limpeza podem provocar alergias no seu pet; saiba como evitar

Pesquisadores da Universidade de Cambridge estudaram as proteínas encontradas nas partículas de pelo de gato, que são a causa mais comum de alergia. Basicamente, o sistema imunológico do corpo humano detecta o alérgeno do gato e provoca uma reação, uma descoberta que permite criar novos tratamentos para os afetados.

Ou seja, eles descobriram que os alérgenos do gato ativam uma via específica no corpo que detecta a toxina bacteriana comum. Os sintomas da alergia a gatos podem se manifestar em poucos minutos ou levar algumas horas para aparecer. O quadro é mais complicado em pessoas que sofrem de asma.

Sintomas

Os sintomas que indicam alergia a gatos são inchaço, vermelhidão, espirros, tosse, dor de garganta, olhos lacrimejantes, congestão nasal, coceira no nariz, entre outros. Também pode haver outros sintomas, como asma, respiração ofegante, urticária, erupções na face ou no peito.

Embora esses sintomas dependam de cada pessoa, vários são os fatores que podem influenciar na alergia, por exemplo, diz-se que os machos produzem mais secreções alérgicas do que as fêmeas e que um gato castrado secreta menos desse tipo de partículas.

O que fazer?

Se você tiver um gato de estimação e for diagnosticado com alergia, eles recomendarão que você se livre dele. No entanto, para os amantes de gatinhos, é uma decisão muito difícil de cumprir e existem algumas recomendações para lidar com a alergia sem dizer adeus ao nosso precioso animal de estimação.

Por exemplo, evite tapetes ou cobertores, locais fáceis de serem impregnados com pelos de gato. Além disso, não deixe seu animal de estimação entrar em seu quarto para mantê-lo livre de alérgenos. Dar banho e escovar o gato com frequência pode reduzir os sintomas de alergia.

  • Back to top