Pensa em dar um pet de presente no Natal? Reflita um pouco mais - Pet é pop

Pensa em dar um pet de presente no Natal? Reflita um pouco mais

Pensa em dar um pet de presente no Natal? Reflita um pouco mais
Pensa em dar um pet de presente no Natal? Reflita um pouco mais
Pensa em dar um pet de presente no Natal? Reflita um pouco mais (Foto: Jakob Owens/Unsplash)

Está pensando em dar um pet de presente no Natal? De acordo com especialistas, esse passo importante deve ser bem pensado, especialmente se o intuito for dar o animal para uma criança.

Veja também:

+ Donos de gatos inundam o Twitter com fotos dos bichanos em árvores de Natal
+ Veterano de guerra perde seu cão em tiroteio e é presenteado com novo filhote
+ Conheça Nutella e Parafina, campeões de festival de surfe para cães em Natal

Adotar um animal de estimação é muito mais do que simplesmente colocá-lo em uma caixa embrulhada para presente, fechar a tampa e entregar o presente para crianças ansiosas, afinal, ter um pet em casa requer muito planejamento e responsabilidade.

Lori Caszatt, diretora executiva interina do abrigo Lake Humane Society, de Ohio, nos EUA, observou que os novos donos devem pensar sobre a quantidade de tempo que têm para se dedicar a um novo animal de estimação, além das despesas de comida, visitas ao veterinário e possíveis medicamentos de que ele pode precisar antes de adotar.

“É importante para nós manter os animais de estimação em casa”, disse ela ao The News-Herald. “Nunca queremos que alguém sinta que tem que entregar seu animal de estimação porque passou por tempos difíceis e não pode dar ao luxo de alimentá-lo. E nunca queremos ver um animal de estimação devolvido porque alguém sentiu que um animal de estimação seria um bom presente de feriado e então percebeu que não tem tempo ou desejo para cuidar dele.”

Segundo ela, a decisão deve ser da família e ela não acredita que tornar o momento uma “surpresa” seja justo com o animal de estimação. “Nossos animais de estimação merecem uma segunda chance e uma família para amá-los e cuidar deles pelo resto de suas vidas. Ao adotar um animal de estimação no abrigo, você está salvando uma vida”, ressaltou Lori.

Os animais de estimação do abrigo, que incluem coelhos, porquinhos-da-índia, hamsters, furões, tartarugas e pássaros ocasionais, além de, é claro, gatos e cães, chegaram lá por meio de doações dos donos, investigações humanitárias e transferências de outros abrigos.

Lake Humane Society, uma opção comunitária para adoção desde 1937, também administra vários programas comunitários que ajudam indivíduos de baixa renda e veteranos, como Auggie’s Pet Food Pantry e o programa Cpl. Joshua Harmon Pets to Vets.



  • Back to top