Para o seu gato, você não passa de um primata grandão e imprevisível; entenda - Pet é pop

Para o seu gato, você não passa de um primata grandão e imprevisível; entenda

Para o seu gato, você não passa de um primata grandão e imprevisível



Para o seu gato, você não passa de um primata grandão e imprevisível
Imagem de Daga_Roszkowska por Pixabay

Muitos donos ficam desapontados com o comportamento de seus gatos. Mas segundo o veterinário Tony Buffington, da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, poucas pessoas são capazes de se comunicar corretamente com os felinos. Isso quer dizer que, para o seu gato, você não passa de um primata grandão e imprevisível. Entenda:

Veja também:

Ao ouvir o som inconfundível das unhas do gato cravadas no sofá da sua casa, você grita, espirra água e talvez até jogue um travesseiro para que ele pare imediatamente. Pouco tempo depois, lá está seu bichano novamente aprontando. Segundo o especialista, seu gato não está ignorando você, ele simplesmente não associou a bronca ao próprio comportamento.

Isso acontece porque os gatos evoluíram como caçadores solitários, isentos de normas sociais. “Como seu gato vai saber que você está gritando porque quer que ele pare de arranhar o sofá?”, diz Tony Buffington ao site Wired. Para os felinos, essa atitude é vista apenas como uma agressão sem sentido. “Para o seu gato, você não passa de um primata grandão e imprevisível, que o está atacando sem motivo”, explica.

Você desperta, assim, medo em seu animal de estimação. Além disso, seu gato fica frustrado – e possivelmente estressado – porque seus instintos mais primitivos, como arranhar suas unhas ou pular em locais mais altos, são podados. Segundo o veterinário, os gatos ficam doentes quando querem exprimir seus comportamentos naturais e não conseguem.

Veja também:

“A maneira de treinar um gato é por meio do ambiente”, recomenda. Por exemplo, coloque fita dupla-face no canto do sofá ou papel alumínio na bancada da cozinha. Em seguida, ofereça uma alternativa atraente: um poste arranhador. Quando seu pet fizer o que você deseja, dê um petisco ou faça carinho nele como recompensa. Ao adotar o reforço positivo, seu gato se tornará muito mais obediente.

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top