Operador de drone vai tentar salvar cães ilhados por lava de vulcão - Pet é pop

Operador de drone vai tentar salvar cães ilhados por lava de vulcão

Operador de drone vai tentar salvar cães ilhados por lava de vulcão
Operador de drone vai tentar salvar cães ilhados por lava de vulcão
Operador de drone vai tentar salvar cães ilhados por lava de vulcão (Foto: Aaron Thomas/Unsplash)

Na terça-feira, um operador de drones espanhol recebeu permissão para tentar resgatar três cães que ficaram ilhados pela lava do vulcão nas Ilhas Canárias, capturando-os com uma rede controlada por controle remoto e lançando-os sobre um fluxo de lava.

Veja também:

+ Dona mata gatinho de três meses usando a máquina de lavar roupas
+ Dona transforma seu gato em celebridade nas redes com fantasias de terror
+ 5 razões pelas quais você deve se preocupar com os dentes do seu cão

Os três cães estão presos há semanas em um quintal abandonado coberto de cinzas vulcânicas na ilha de La Palma. Eles foram alimentados por drones que jogam pacotes de comida, mas até agora ninguém foi capaz de descobrir como resgatá-los.

Helicópteros estão proibidos de voar para a área. Depois de avaliar a missão de resgate proposta, as autoridades de emergência disseram em um comunicado que decidiram permitir o drone.

Jaime Pereira, CEO da operadora de drones Aerocamaras, disse que planeja enviar um drone de 50 quilogramas equipado com uma ampla rede para tentar prender os cães, um por um, e levá-los para um local seguro, 450 metros sobre lava fluindo.

“É a primeira vez que um animal é resgatado com um drone e a primeira vez que ele precisa ser capturado”, disse Pereira à Reuters. “Se essa é a última opção que os cachorros têm? Então vamos atrás deles.”

O operador terá apenas quatro minutos para atrair um cão para a rede e outros quatro minutos para voá-lo. “O que não queremos é ficar sem bateria ao voar sobre a lava”, disse Pereira.

Os voos de teste ainda estão sendo realizados. Em última análise, a missão depende de como os cães responderão à máquina. “Eles têm comido muito pouco há semanas. Eles podem vir ou ficar com medo do drone. Nós realmente dependemos de sua reação”, acrescentou ele.

  • Back to top