Óleos essenciais podem ser perigosos para o seu pet; saiba como protegê-lo - Pet é pop

Óleos essenciais podem ser perigosos para o seu pet; saiba como protegê-lo

Óleos essenciais podem ser perigosos para o seu pet; saiba como protegê-lo
Óleos essenciais podem ser perigosos para o seu pet; saiba como protegê-lo
Óleos essenciais podem ser perigosos para o seu pet; saiba como protegê-lo (Foto: Erin Stone/Pixabay)

Se você gosta de colocar um óleo essencial em um difusor para relaxar no fim do dia, saiba que alguns óleos essenciais são tóxicos para seu animal de estimação.

Veja também:

+ Óleo CBD para cães: confira respostas para as perguntas mais frequentes
+ E-book e curso trazem tudo o que você precisa saber para cuidar de um filhote de cão
+ Conheça cheiros que representam perigo para as vidas de cães e gatos

Isso é porquê, embora os óleos essenciais difundidos através de um dispositivo de atomização ou mesmo uma combinação de pavio e jarro de vidro antiquados sejam geralmente seguros para humanos, esse não é necessariamente o caso para animais de estimação, cujo olfato e sistema respiratório são muito mais sensíveis do que os nossos.

De acordo com a professora associada clínica da Faculdade de Medicina Veterinária e Ciências Biomédicas da Texas A&M University, Lori Teller, a exposição ao óleo essencial pode ser muito mais importante do que alguns pais de animais de estimação podem imaginar.

“Muitas pessoas estão usando difusores de óleo essencial agora, e minha preocupação é que o nível geral de conscientização sobre os riscos para animais domésticos é muito baixo”, disse ela ao site SELF.

Além da inalação, o contato de um óleo essencial na pele de um pet, ou pior, via oral, podem aumentar os riscos em potencial. Uma vez que as gotículas de óleo essencial entram no ar, há potencial para os animais de estimação ingerirem as substâncias, especialmente se as gotículas pousarem nos pelos e eles se lamberem depois.

Esses são os óleos essenciais que os donos de animais de estimação devem evitar:

  • Poejo: usado por humanos para tratar problemas de pele ou deter insetos, o poejo é provavelmente o óleo essencial mais tóxico para animais de estimação.
  • Tea tree (melaleuca): comumente usado para problemas de cabelo e pele, o óleo de tea tree pode causar problemas no fígado, vômitos e paralisia transitória em cães de raças pequenas se for aplicado na coluna vertebral.
  • Wintergreen e bétula doce: contêm salicilatos (compostos de aspirina) e podem causar vômitos e úlceras estomacais.
  • Canela, erva-doce e camomila: todos contêm cumarinas, compostos usados ​​no veneno de ratos e anticoagulantes.
  • Cítrico (d-limoneno): como um óleo essencial, pode causar inflamação severa da pele se for aplicado em animais de estimação (ou de outra forma entrar em contato com a pele dos animais de estimação).

Lembre-se de que muitos outros óleos essenciais podem ser tóxicos para animais de estimação. É muito melhor prevenir do que remediar quando se trata disso, por isso, entre em contato com seu veterinário se tiver alguma dúvida ou preocupação.

Mas, caso você não queira abrir mão de seu momento de relaxamento com óleos essenciais, você não precisa renunciar o uso deles inteiramente só porque tem um animal de estimação. Especialistas explicam que usar um difusor de óleo essencial por um curto período de tempo e em um espaço de sua casa onde seu animal não pode acessá-lo é uma opção mais segura.

  • Back to top