O que o seu cão vê quando olha pra você? O rosto não é a prioridade - Pet é pop

O que o seu cão vê quando olha pra você? O rosto não é a prioridade

O que o seu cão vê quando olha pra você? O rosto não é a prioridade
O que o seu cão vê quando olha pra você? O rosto não é a prioridade
O que o seu cão vê quando olha pra você? O rosto não é a prioridade (Foto: StockSnap/Pixabay)

Já se perguntou o que os cães veem quando olham para os seus donos? Uma pesquisa recente descobriu que, ao contrário dos humanos, que olham para o rosto de uma pessoa primeiro, os cachorros veem o pacote corporal completo quando olham para alguém.

Veja também:

Para os cães, ver e reconhecer rostos familiares é um subconjunto do processo maior de seleção de parentesco. Na verdade, os cães se familiarizam com sua “matilha” (humana ou não) criando um mapa mental das principais características físicas que incluem “sinais corporais não faciais, sinais acústicos ou químicos”, de acordo com Attila Andics, co-autor do estudo recente da Society of Neuroscience.

Embora a pesquisa tenha descoberto que os cães são perfeitamente capazes de reconhecer rostos humanos, essa informação não é sua prioridade. Usando varreduras de fMRI, a equipe de pesquisa não descobriu nenhuma diferença na atividade mental dos cães ao olhar para rostos humanos ou a parte de trás de cabeças humanas.

Isso sugere que os cães não têm as funções específicas de reconhecimento de rosto encontradas no cérebro de humanos e outros primatas. Embora os cães tenham mostrado preferências de espécie por meio de uma maior atividade cerebral ao olhar para fotos de outros cães em comparação com os humanos, eles simplesmente não foram feitos com a mesma estrutura.

Isso não quer dizer que seu cão não goste do seu rosto ou não goste de olhar em seus olhos. Attila Andics afirma que, apesar deles não possuírem um mecanismo neural especializado para processar rostos, os cães se destacam no contato visual.

“Na verdade, a pesquisa sugere que os cães podem diferenciar entre rostos humanos felizes e raivosos e são capazes de reconhecer o sorriso humano, muitas vezes um sinal de agressão em outras espécies, como uma pista social positiva nas interações entre humanos e caninos. Em outras palavras, os cães desenvolveram sua capacidade de reconhecer e reagir a rostos humanos e emoções como parte de matilhas focadas nas pessoas”, explicou ele.

Visão diferente

Parte da desconexão entre o reconhecimento facial de cachorro e humano deriva de diferentes volumes de receptores de luz conhecidos como “cones” e “bastonetes”. Em comparação com os olhos caninos, os olhos humanos têm uma abundância maior de receptores de cone, que são usados ​​para distinguir cores.

Isso nos permite detectar três cores distintas: vermelho, verde e azul, juntamente com variações e combinações dessas cores. O menor volume do cone nos olhos dos cães significa que eles só podem ver duas cores.

Quando se trata do volume dos bastões, a visão canina supera amplamente a dos humanos, permitindo que nossos amigos de quatro patas vejam muito melhor no escuro. Os cães também têm uma camada extra de tecido ocular conhecida como “tapetum lucidum”, que aumenta ainda mais a reflexão da luz na retina.

O resultado é um sistema visual projetado para ver formas em qualquer condição de luz, mas não é adequado para reconhecer as especificidades e sutilezas das características faciais humanas.

Confira mais sobre como os cães veem o mundo aqui.

  • Back to top