Na Alemanha, lei vai obrigar donos a passear com seus cães duas vezes por dia - Pet é pop

Na Alemanha, lei vai obrigar donos a passear com seus cães duas vezes por dia

Na Alemanha, lei vai obrigar donos a passear com seus cães duas vezes por dia
Na Alemanha, lei vai obrigar donos a passear com seus cães duas vezes por dia
Imagem de StockSnap por Pixabay

Em breve, os donos de cães serão obrigados por lei a passear com seus animais de estimação duas vezes por dia na Alemanha. Segundo o jornal The Guardian, a ministra da Agricultura, Julia Klöckner, quer garantir que os 9,4 milhões de cachorros do País possam se exercitar regularmente.

Veja também:

A nova medida não se tratará de uma voltinha rápida no quarteirão. De acordo com a proposta, os donos devem caminhar com seus cães por pelo menos uma hora em cada passeio. Segundo a ministra, as regras foram baseadas em novas descobertas científicas que mostram que os pets precisam de uma “medida suficiente de atividade e contato com estímulos ambientais”.

Prender os cães por longos períodos também será completamente proibido, assim como deixar os animais sozinhos em casa o dia todo. Julia Klöckner lembra que os pets possuem suas próprias necessidades e que elas precisam ser levadas em consideração. “Os cães não são brinquedos fofinhos”, reforça.

A lei que obrigará os donos a passear com seus cães duas vezes por dia gerou debates acalorados na Alemanha. A dificuldade de fiscalização está entre os pontos centrais da discussão. Segundo um porta-voz do Ministério da Agricultura, as autoridades de cada um dos 16 Estados alemães serão responsáveis pelo controle.

Veja também:

Bärbel Kleid, dona de um Yorkshire de cinco anos, que mora em Berlim, argumentou: “Acho paternalista definir por quanto tempo devo levar meu cachorro para passear. E quem vai me fiscalizar? O vizinho chamará a polícia se suspeitar que não estou levando Sam para caminhadas longas o suficiente? Ele não conseguiria ficar duas horas por dia fora.”

Já Walther Schweiz, disse que seu cachorro, um Alsaciano de 14 anos chamado Blu, tem câncer e só consegue fazer caminhadas curtas perto de sua casa em Colônia. “Eles devem confiar nas pessoas para seguir em frente com suas próprias vidas. Eles vão dizer aos donos de gatos com que frequência eles precisam trocar suas caixas de areia em seguida”, ironizou.

  • Back to top