Mulher é presa após participar de evento que juntou cocaína e sexo com cão - Pet é pop

Mulher é presa após participar de evento que juntou cocaína e sexo com cão

Mulher é presa após participar de evento que juntou cocaína e sexo com cão
Mulher é presa após participar de evento que juntou cocaína e sexo com cão
Mulher é presa após participar de evento que juntou cocaína e sexo com cão (Foto: Jarrod Reed/Unsplash)

Uma mulher foi presa por ter feito sexo com um cachorro e já havia sido condenada por possuir imagens indecentes de abuso infantil em seu computador.

Veja também:

+ Mulher que teve o cão furtado encontra o pet à venda 320 km longe de casa
+ Vídeo: cão ganha festa de aniversário surpresa, e a reação dele vai aquecer seu coração
+ Trancados em uma casa, 20 gatos praticam o canibalismo para sobreviver

Claire Goodier, de Northwich, na Inglaterra, fez uma viagem de 320 quilômetros até Bournemouth para cometer o ato obsceno, após entrar em contato com pessoas da região. Seus atos foram descritos pelo juiz Steven Everett como “desprezíveis”, “nojentos” e “depravados”, relatou o site Daily Star.

A mulher de 60 anos, que é transsexual e era conhecida anteriormente como John, foi condenada duas vezes por portar imagens indecentes de crianças, em 2006 e 2009. Mas Goodier teve “uma sorte espantosa” em evitar o tempo anterior na prisão depois de receber sentenças suspensas, disse o juiz.

A polícia ligou para sua casa em 19 de julho de 2019, para realizar uma verificação de rotina devido ao fato de ela estar no registro de criminosos sexuais vitalícios, segundo a Chester Crown Court. Os policiais pegaram um laptop que continha as pesquisas de Goodier por conteúdo de bestialidade.

Mas uma análise completa concluída dois anos depois encontrou pastas ocultas contendo 31 imagens indecentes de Goodier participando de um ato sexual com um cachorro. “Ela admitiu a posse das imagens”, disse o promotor Paulinus Barnes.

“Ela disse que tinha fantasiado sobre isso por vários anos e depois de falar sobre isso com pessoas em Northwich, foi colocada em contato com outras pessoas em Bournemouth”, acrescentou o promotor.

Acredita-se que o ato sexual tenha ocorrido entre 15 e 16 de dezembro de 2018. “Ela viajou para lá em dezembro de 2018 e participou de atos sexuais com outras pessoas e o cachorro alsaciano.”



  • Back to top