‘Meu gato me odeia’: veja o que especialistas dizem para quem pensa assim - Pet é pop

‘Meu gato me odeia’: veja o que especialistas dizem para quem pensa assim

‘Meu gato me odeia’: veja o que especialistas dizem para quem pensa assim
‘Meu gato me odeia’: veja o que especialistas dizem para quem pensa assim
‘Meu gato me odeia’: veja o que especialistas dizem para quem pensa assim (Foto: 傅甬 华/Unsplash)

Alguns gatos podem passar anos ao seu lado sem deixar totalmente claro que se importam com você. Sua natureza independente pode fazer você pensar que seu felino te odeia, mas, de acordo com especialistas, não é bem assim.

Veja também:

+ Vídeos mostram gatos que odeiam árvores de Natal
+ Estudo gigantesco indica que, provavelmente, você alimenta o seu cão do jeito errado
+ 4 dicas para ajudar o seu pet a perder peso e dar adeus à obesidade

Segundo a especialista em comportamento felino Mikel Maria Delgado, as pessoas parecem realmente obcecadas em projetar suas próprias ansiedades sobre seu relacionamento com seu gato para os próprios gatos, talvez pela comparação do comportamento dos gatos com o dos cachorros.

“Os gatos têm menos músculos faciais do que os cães, por isso têm menos expressões que imitam as humanas, enquanto os cães têm mais expressões faciais, e essas expressões estão mais próximas das nossas do que as dos gatos”, explicou Delgado ao site Gizmodo.

“Os gatos apresentam uma paleta mais neutra para as pessoas, então, quando alguém encontra um gato, pode não ser óbvio para eles o que o gato está sentindo apenas olhando para eles”, acrescentou ela.

Sabendo disso, fica claro que os gatos geralmente preferem as pessoas em casa, e parte disso provavelmente se deve à socialização. Um gato exposto a muitos tipos diferentes de pessoas quando jovem será mais adaptável a diferentes tipos de pessoas quando envelhecer.

“Um gatinho que é criado em um lar tranquilo com apenas uma mulher muito quieta provavelmente ficará mais confortável com as mulheres mais tarde. Sabemos, por exemplo, que as mulheres tendem a ser menores, nós tendemos a ser mais quietas, tendemos a ter vozes mais agudas, e essas são todas as coisas que são menos ameaçadoras para um gato”, disse Delgado.

Segundo ela, quando um gato parece “não gostar” de alguém, muitas vezes a raiz desse sentimento ou comportamento é o medo, e esse medo geralmente se deve à falta de exposições positivas. “As interações também tendem a ser melhores se você deixar o gato dar as ordens e iniciar o contato com você, em vez de acariciar um gato que claramente tem medo de você.”

A especialista recomenda aprender mais sobre gatos em geral e sobre seu gato especificamente. Confira aqui um guia completo para decifrar as expressões e a linguagem corporal dos felinos!



  • Back to top