Mau hálito pode indicar que seu cão tem problema de saúde - Pet é pop

Mau hálito pode indicar que seu cão tem problema de saúde

Mau hálito pode indicar que seu cão tem problema de saúde
Mau hálito pode indicar que seu cão tem problema de saúde
Imagem de Klaus Hausmann por Pixabay

Se o seu cão apresenta mau hálito com frequência, fique esperto: talvez seu pet tenha algum problema de saúde. O “bafo” constante pode ser sinal de uma infecção. Gastrites, úlceras, obstrução intestinal, diabetes e até mesmo tumores ou câncer podem ser causas do problema.

Veja também:

“As doenças causadas por bactérias e inflamações são responsáveis por 85% dos problemas na cavidade oral dos pets”, alerta Mariana Lage-Marques, especialista em Odontologia Veterinária da Seres.

“Em menor frequência o mau hálito pode ser sinal de doenças relacionadas ao sistema gastrointestinal do cão. A má alimentação também é um fator de grande influência para a saúde bucal do pet. Raças com focinho curto e de pequeno porte têm maior tendência a desenvolver o problema”, pontua.

Praticamente todos os procedimentos odontológicos disponíveis para humanos também existem para pets, inclusive a utilização de aparelhos dentários. No entanto, o mais importante na odontologia veterinária é evitar problemas causados pela falta de hábitos saudáveis.

Como tirar o mau hálito?

É essencial utilizar uma escova de dente de cachorro adequada. Mas até uma escova infantil, daquelas para crianças pequenas, pode servir. A melhor forma de acostumar seu pet à escovação é começar cedo, desde filhote, para criar o hábito. Além da escova de dente para cachorro, os veterinários também recomendam utilizar creme dental para cachorro.

Veja também:

Outra dica é buscar métodos complementares à escovação. Existem inúmeros itens destinados à saúde bucal dos pets, como spray antisséptico, brinquedos antitártaro e petiscos mastigáveis que ajudam na remoção de placa. A escolha vai depender da necessidade e da adaptação de seu animal de estimação.

A alimentação é outro fator chave na hora da higiene bucal do cachorro. Além de fornecer uma ração equilibrada e de qualidade, o dono deve ficar de olho nos petiscos. “É importante fugir de brinquedos e petiscos muito rígidos que possam aumentar os riscos de fraturas dentárias”, diz Mariana Lage-Marques.

Por último, verifique sempre a boca do seu pet. Fique alerta e procure um veterinário imediatamente se notar algo anormal. Mantenha sempre o check-up do bichinho em dia e certifique-se que a saúde dele está em perfeitas condições.

“A falta de escovação e de um acompanhamento regular são, sem dúvida, os principais motivos para os problemas de saúde dos cães. Tendo em vista que, dentro de um período de apenas 24 horas, a placa bacteriana já é capaz de se organizar e se transformar em tártaro, o indicado é que o pet passe por consultas com o veterinário odontológico anual ou semestralmente”, diz a especialista.

  • Back to top