Homem brinca com cão do vizinho e é assassinado a tiros; entenda - Pet é pop

Homem brinca com cão do vizinho e é assassinado a tiros; entenda

Homem brinca com cão do vizinho e é assassinado a tiros; entenda
Homem brinca com cão do vizinho e é assassinado a tiros; entenda
Homem brinca com cão do vizinho e é assassinado a tiros; entenda (Foto: David Taffet/Unsplash)

Uma família de San Antonio, no Texas, está de luto após a morte de Valentin Gonzales, de 28 anos, que foi morto a tiros depois de fazer carinho no cãozinho do vizinho.

Veja também:

+ Cão protege a dona, leva três tiros e sobrevive, mas enfrenta recuperação lenta
+ Confira as 20 raças de cães que têm vida mais longa
+ Gatos iniciaram mais de 100 incêndios residenciais na Coreia do Sul

A polícia prendeu o suspeito, Jordan Eaton, de 18 anos, depois que ele se entregou. No momento do tiroteio, ele fugiu do local antes que os policiais chegassem.

Ele foi acusado de atirar em Valentin após uma discussão. As autoridades disseram que Valentin foi levado às pressas para um hospital da área, mas morreu mais tarde devido aos ferimentos.

Sua esposa Brittany disse que a discussão que levou ao tiroteio começou depois que Valentin acariciou o cachorro de Eaton. “Ele disse que, ‘você não pode tocar no meu cachorro! Eu não mexo com vocês, eu não mexo com nenhum de vocês'”, disse Brittany.

Ela alega que, após a discussão, Eaton mostrou sua arma. Ela disse que ela e Valentin tentaram ignorá-lo, mas quando o cachorro de Eaton voltou em direção a eles, ele começou a atirar.

O jovem supostamente apontou seus tiros para Brittany, mas ele errou, e Valentin tentou lutar e empurrar a arma para longe. No entanto, ao fazê-lo, foi atingido pelos tiros. Sua família está chateada porque Eaton pagou fiança e disse acreditar que ele deveria permanecer atrás das grades.

Valentin deixou oito filhos, sua esposa, mãe e vários irmãos. Todos eles choraram ao falar sobre o incidente. Eles descreveram Valentin como um homem de família que daria a camisa que tirou das costas para quem precisasse.



  • Back to top