Graças a microchip, dona reencontra gata 14 anos após desaparecimento - Pet é pop

Graças a microchip, dona reencontra gata 14 anos após desaparecimento

Graças a microchip, dona reencontra gata 14 anos após desaparecimento
Graças a microchip, dona reencontra gata 14 anos após desaparecimento
Graças a microchip, dona reencontra gata 14 anos após desaparecimento (Foto: Ruth Armstrong)

A dona de uma gata perdida há 14 anos se reencontrou com o felino graças à “magia do microchip” e à ajuda da RSPCA (Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals).

Veja também:

+ Após dez anos desaparecido, gato é reencontrado graças a microchip
+ Vídeo de jogadores de futebol entrando em campo com cães de abrigo viraliza
+ Tente não se emocionar: confira fotos de cães e gatos antes e depois da adoção

Ruth Armstrong foi contatada pela instituição de caridade de bem-estar animal na quinta-feira, 25 de novembro, para dizer que sua gata, Elsa, foi encontrada.

O felino tinha apenas dois anos quando desapareceu em 2007. Ela foi resgatada por oficiais de resgate na semana passada depois que funcionários de uma fábrica ligaram para a organização de bem-estar animal sobre o gato aparentemente sem-teto porque ela tinha um caroço na cabeça.

Ruth disse que estava muito “grata” às pessoas que encontraram Elsa. “Ela estava passando períodos cada vez mais longos fora de casa. Então um dia ela desapareceu para sempre”, contou ela, relembrando de quando a gata sumiu há 14 anos.

“Nós procuramos por ela por muito, muito tempo, mas eventualmente, com o passar dos anos, percebi que ela não voltaria. Eu mantive a esperança de que ela tivesse encontrado um lar acolhedor para viver”, disse Ruth.

No entanto, descobriu-se que Elsa morava no terreno da fábrica. “A equipe disse que essa gata foi vista no local há anos e que a alimentaram gentilmente. Eles nunca haviam se preocupado com ela anteriormente, pois ela sempre estivera com boa saúde, até que notaram que ela tinha um caroço na cabeça e uma ferida aberta no lado esquerdo”, disse um porta-voz da RSPCA.

Elsa foi levada ao veterinário para tratamento e, quando o veterinário examinou seu microchip, viu o endereço de Ruth. “Eles escanearam o chip dela, e ela ainda estava registrada em meu nome”, disse Ruth.

Sobre o retorno de seu animal de estimação, ela disse: “Ainda não consigo acreditar. Ela tem um grande tumor no lado que os veterinários acham que é cancerígeno. Mas estou grata por ela ter sido tirada da rua um pouco antes da onda de frio. Com sua idade, não tenho certeza se ela teria sobrevivido – o momento foi incrível.”

Ruth iniciou uma vaquinha online na esperança de arrecadar dinheiro para cobrir as contas médicas de Elsa. “A história de Elsa é simplesmente espantosa”, acrescentou ela. “O veterinário disse que nunca tinha ouvido nada parecido. Se ela não tivesse o microchip, eu nunca a teria visto de novo.”



  • Back to top