Gatos se recuperam rapidamente da Covid, e os cientistas querem saber como - Pet é pop

Gatos se recuperam rapidamente da Covid, e os cientistas querem saber como

Gatos se recuperam rapidamente da Covid, e os cientistas querem saber como
Gatos se recuperam rapidamente da Covid, e os cientistas querem saber como
Gatos se recuperam rapidamente da Covid, e os cientistas querem saber como (Foto: Chewy/Unsplash)

Um novo estudo da Universidade da Letônia busca entender como funciona a progressão do Covid-19 em gatos, depois que foi descoberto que nenhum gato no país teve teste positivo, apesar de possuírem anticorpos.

Veja também:

Gatos podem ser portadores assintomáticos de Covid-19, indica estudo
Estudo mostra que cães não espalham o coronavírus, já os gatos…
Gato terapeuta cego ganha medalha por ajudar pacientes em hospício

De acordo com a televisão da Letônia, os cientistas da Universidade de Ciências da Vida e Tecnologias da Letônia (LLU) começaram a estudar esse fenômeno. Os gatos são um dos animais de estimação mais populares para os humanos e muitas vezes vivem perto deles. Na Letônia, por exemplo, onde o estudo está sendo conduzido, tem a segunda maior porcentagem de gatos per capita na Europa.

No início da pandemia, muitos temiam que o vírus pudesse afetar seus amigos felinos. Embora tenha sido bem documentado que os felinos – de gatos domésticos a grandes felinos como os leões – são capazes de contrair Covid-19, eles parecem se recuperar em um ritmo muito mais rápido do que os humanos.

Consequentemente, nem um único gato na Letônia já testou positivo para o vírus. No entanto, muitos testaram positivo para anticorpos, o que indica que em algum momento eles foram infectados.

Isso levou os pesquisadores da LLU a testar 130 gatos diferentes, alguns em abrigos de animais e alguns em casas onde as pessoas testaram positivo para Covid-19. Com base em suas descobertas, os gatos não apenas pegaram e venceram o vírus, mas também desenvolveram uma maneira de combatê-lo.

As descobertas apoiam um relatório da Live Science que descobriu que um gato na Bélgica testou positivo para Covid-19, mas foi totalmente recuperado em apenas nove dias.

“Os gatos podem espalhar este vírus muito brevemente, porque mesmo nos casos em que o contato com uma pessoa positiva foi muito próximo e os gatos apresentam sinais clínicos, como a inflamação das vias respiratórias superiores, não conseguimos detectar o RNA do Sars Cov-2 em amostras respiratórias de gatos. Em alguns casos, anticorpos foram detectados”, disse o professor Kaspars Kovalenko da Faculdade de Medicina Veterinária da LLU, de acordo com a televisão da Letônia.

(Foto: Chewy/Unsplash)

Kovalenko explicou que, se os gatos apresentam sintomas, eles só o fazem por cerca de dois a três dias. Depois disso, eles mostram excelentes sinais de recuperação. Não está claro por que os gatos resistem ao vírus tão rapidamente, mas os cientistas teorizam que pode ser imunidade congênita ou outro fator genético.

Em última análise, esta é a pergunta que os cientistas querem responder e por que eles estão estudando pacientes gatos recuperados. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, há várias espécies de animais que são capazes de pegar o coronavírus, incluindo porcos, gado, furões, hamsters, entre outros

Mas para os pesquisadores da LLU, os gatos são as espécies mais importantes a serem estudadas. A razão para isso, de acordo com o Dr. Gundega Murniece da LLU, é porque “Os gatos estão em contato muito próximo com seus humanos. Eles são membros da família. E eles são, entre outras coisas, uma conexão com uma família com um ambiente estrangeiro. Em outras palavras, o gato é o animal primário que queremos testar.”

Porém, embora os gatos possam contrair o coronavírus, não há evidências que sugiram que eles possam infectar humanos com ele, embora o CDC sugira que eles podem possivelmente transmiti-lo a outros gatos.

  • Back to top