Gatos são capazes de reconhecer os nomes de seus amigos felinos, indica estudo - Pet é pop

Gatos são capazes de reconhecer os nomes de seus amigos felinos, indica estudo

Gatos são capazes de reconhecer os nomes de seus amigos felinos, indica estudo
Gatos são capazes de reconhecer os nomes de seus amigos felinos, indica estudo
Gatos são capazes de reconhecer os nomes de seus amigos felinos, indica estudo (Foto: Nathalie Jolie/Unsplash)

De acordo com um novo estudo, os gatos são capazes de reconhecer os nomes de seus amigos felinos. A pesquisa foi publicada na última quarta-feira (13) na revista Scientific Reports.

Veja também:

+ Confira os 10 nomes de cães mais populares no mundo
+ Gato com olhos de cor diferente é comparado a David Bowie nas redes
+ Vídeo hilário: cães se esforçam para entreter gato e tudo o que conseguem é indiferença

Os pesquisadores da Kyoto University descobriram que, assim como os cães, os gatos domésticos que convivem com humanos mostram evidências de operações cognitivas sociais relacionadas a humanos.

“Eles podem usar dicas de apontamento humano e dicas de sinais para encontrar comida. Eles também discriminam entre expressões faciais humanas, estados de atenção e identificam a voz de seu dono. Além disso, eles combinam de forma cruzada a voz e o rosto de seu dono quando testados com a foto de seu dono apresentada em uma tela e sons e expressões emocionais humanas”, descreveu a equipe.

Com essas informações, eles testaram 48 gatos (29 machos e 19 fêmeas), dos quais 29 viviam em cafés típicos do Japão em que os gatos transitam entre os clientes. Os outros 19 viviam em casas com seus donos.

Os gatos demonstraram distinguir o seu próprio nome de outro gato familiar em um procedimento de habituação-desabituação, e também distinguiram esses nomes de substantivos gerais, de acordo com os pesquisadores.

“Curiosamente, os gatos que vivem em lares com vários gatos se habituaram menos aos nomes de seus companheiros do que a outros substantivos. É concebível, portanto, que os gatos também possam reconhecer o nome de outro gato que vive na mesma casa”, explicou a equipe no artigo.



  • Back to top