Se seu gato apresentar um desses 10 comportamentos, corra para o veterinário - Pet é pop

Se seu gato apresentar um desses 10 comportamentos, corra para o veterinário

Se seu gato apresentar um desses 10 comportamentos, corra para o veterinário



Se seu gato apresentar um desses 10 comportamentos, corra para o veterinário
Imagem de Thomas B. por Pixabay

Os gatos tentam esconder quando não estão se sentindo bem, por isso, pode ser difícil de perceber logo de cara que seu felino está doente. No entanto, seu animal de estimação pode começar a agir de uma maneira um pouco estranha. Se seu gato apresentar um desses 10 comportamentos listados pelo site PetMD, corra para o veterinário.

Veja também:

1. Seu gato começou a comer muito de repente

Muitas pessoas se preocupam quando o animal de estimação para de comer. No entanto, o aumento de apetite também é um sinal de que seu gato pode estar doente. Distúrbios endócrinos, como diabetes ou até hipertireoidismo, ou problemas de má absorção de nutrientes, como câncer intestinal ou doença inflamatória intestinal, estão entre as possibilidades, segundo a especialista Rachel Barrack.

2. Seu gatinho está bebendo mais água do que o normal

De acordo com a veterinária Kelly Ryan, o aumento do consumo de água é um indício de que seu gato está doente. “Embora os gatos precisem de muita água fresca, beber muito líquido pode indicar doença renal, diabetes ou problemas de tireoide”, aponta.

3. Seu pet não está se cuidando tanto quanto antes

Os gatos podem parar de se cuidar por uma série de razões, o excesso de peso é uma delas. “A obesidade pode causar muitos problemas de saúde, incluindo câncer, diabetes e diminuição da expectativa e qualidade de vida”, diz Rachel Barrack. A velhice também está relacionada à mudança de hábito dos bichanos, assim como doenças dentárias, lesões ou artrite.

4. Ele está emitindo muitos sons repentinamente

O miado é uma forma importante de comunicação de gatos com os humanos. Se estiver doente, seu gato pode começar a “falar” mais ou o som do seu miado pode ficar diferente. O oposto também vale. Se seu gato “falante” ficar quieto repentinamente, vá correndo para o veterinário.

5. Seu gato está com mau hálito

Segundo a veterinária Kelly Ryan, 85% dos gatos têm doenças dentárias aos 3 anos de idade e o mau hálito é um dos indicativos. “Um gato com diabetes pode ter um hálito com cheiro doce, juntamente com aumento da sede e incontinência urinária. Um gato com doença renal, por outro lado, pode ter hálito com cheiro de amônia porque os rins não conseguem filtrar os resíduos de forma adequada”, explica.

Veja também:

6. Ele não está usando a caixa de areia de forma adequada

Se não houve qualquer mudança no ambiente, como a chegada de um novo animal de estimação, um problema de saúde pode explicar por que seu gato não está usando a caixa de areia de forma adequada. Artrite, câncer, cistite intersticial felina, cálculos renais ou infecções do trato urinário são algumas das possibilidades. Consulte um veterinário.

7. As pupilas do seu gato não parecem normais

A variação no tamanho das pupilas é normal quando há variação na quantidade de luz. Mas, se as mudanças ocorrem em momentos aleatórios ou se são persistentes, pode haver algo errado. Se uma pupila está dilatada e a outra contraída, pode também ser um sinal de doença. Fique atento ainda a outras doenças relacionadas aos olhos, como secreções ou a terceira pálpebra cobrindo parte do olho.

Se seu gato apresentar um desses 10 comportamentos, corra para o veterinário
Imagem de congerdesign por Pixabay

8. Seu gato está um pouco rabugento

Se seu gato manso parecer irritado, pode ser um alerta de que é preciso agendar uma consulta com um veterinário. “O aumento da irritabilidade pode ser uma indicação de dor e/ou senilidade”, diz Rachel Barrack. Gatos com dores nas articulações ou nas costas podem reagir agressivamente se você tocar na área que o incomoda. Já o hipertireoidismo pode fazer com que seu gato fique hiperativo, reagindo de uma maneira que, às vezes, parece hostil.

9. Ou não tem vontade de brincar

Se você tem um gato brincalhão e ele parece não ter mais interesse nas atividades, fique de olho. Considere as circunstâncias, mas, se não encontrar um motivo aparente, agende uma consulta com um especialista.

10. Seu pet está se escondendo o tempo todo

Alguns veterinários acreditam que os gatos se escondem quando estão doentes para ficar seguros e se proteger nesse momento de vulnerabilidade, já outros pensam que os felinos querem apenas ficar tranquilos para dormir e se recuperar. Para Kelly Ryan, também pode ser um sinal de lesão, estresse, ansiedade ou medo.

Todos os gatos precisam fazer uma pausa às vezes, mas, se o seu gato começar a desaparecer regularmente por longos períodos (especialmente se houver mudanças em outros comportamentos), é hora de falar com um veterinário.

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top