Fraude: após falsa denúncia de roubo, donas da ONG Pata Voluntária são presas - Pet é pop

  • Fraude: após falsa denúncia de roubo, donas da ONG Pata Voluntária são presas

    -->



    Tudo começou na manhã desta sexta-feira, dia 5, quando as responsáveis pela ONG Pata Voluntária, com sede em Jaraguá (AL), postaram o relato de um crime que teria ocorrido na entidade e pediam doações para recuperar o material roubado.

    Fotos Instagram

    Ao apurar o caso, delegados da Polícia Civil de Alagoas notaram inconsistências nos depoimentos das moças e notaram que uma delas chegou a se agredir, num esforço para simular o assalto.

    Constatada a fraude, três delegados correram ao perfil que a entidade mantém no Instagram, com mais de 1,5 milhão de seguidores, e postaram um aviso para que as pessoas parassem de fazer doações. Ao longo de sua história, a ONG já arrecadou cerca de R$ 300 mil.

    Enquanto isso, as três proprietárias da ONG foram presas, suspeitas de fraude para arrecadar dinheiro de internautas. O delegado Leonam Pinheiro explicou que, após interrogatório, Pali Pedrosa Mondal, de 28 anos, Nayane Perícia Silva Barros, 26, e Maria Gisele do Nascimento Oliveira, 23, irão para o sistema prisional.


    Antes de serem investigadas, as proprietárias postaram imagens de boletins de ocorrência feitos em Maceió e Messias: “Ontem ainda estávamos completamente em choque pelo trauma que passamos, pois não foi apenas um roubo, fomos humilhadas e agredidas”, afirmaram. O post ainda agradecia aos delegados Leonam Pinheiro e Bruno Lima.

    Ainda no perfil da entidade no Instagram, Alfredo Gaspar, promotor de Justiça e ex-Secretário de Segurança Pública de Alagoas lamenta a existência de pessoas que usam animais para cometer fraudes. No momento em que este texto foi concluído, a página já estava fora do ar.

  • Back to top