Especialista derruba todos os mitos a respeito do comportamento dos gatos - Pet é pop

Especialista derruba todos os mitos a respeito do comportamento dos gatos

Especialista derruba todos os mitos a respeito do comportamento dos gatos
Especialista derruba todos os mitos a respeito do comportamento dos gatos
Especialista derruba todos os mitos a respeito do comportamento dos gatos (Foto: Ludemeula Fernandes/Unsplash)

Um especialista em comportamento animal, conhecido como “o encantador de cães”, decidiu abordar os mitos sobre os comportamentos dos felinos.

Veja também:

+ Conheça o gato mais caro de Londres, avaliado em mais de R$ 27 mil
+ É possível melhorar o comportamento do meu gato? Especialistas respondem
+ Entenda 6 comportamentos peculiares dos gatos

Após o lançamento do livro Decoding Your Dog, que decodifica os comportamentos dos cães, Decoding Your Cat chega para fazer o mesmo para os felinos. O livro é voltado principalmente para donos de animais de estimação, na esperança de dissipar os muitos mitos e equívocos que cercam os gatos.

“[Quando] gatos acenam uma bandeira, há algo errado”, disse uma das colaboradoras do livro, Amy Pike, ao DVM 360. “Bem, essa é a perspectiva do gato, [que] eles estão agitando a bandeira, mas muitas vezes os pais dos animais de estimação não percebem a mudança no comportamento porque os gatos podem ser sutis. Se os proprietários procuram ajuda, para onde estão indo?”

Os donos dos animais de estimação parecem sugerir, mais ainda com os gatos do que com os cães, que o animal está atrás deles ou está sendo malvado. “Os cães mudaram drasticamente em relação a seus ancestrais originais”, acrescentou Meghan Herron, uma das editoras da publicação. “Eu mesma tenho um buldogue francês – fale sobre neotenia (retenção de características juvenis no animal adulto).”

“No entanto, os gatos domésticos não mudaram muito fisicamente”, explicou ela. “Isso significa que o repertório comportamental também é bastante semelhante. Um forte instinto de caça, um desejo de arranhar e escalar tudo e, talvez, de fazer qualquer coisa para se sentir seguro. Comportamentos perfeitamente normais para gatos, mas problemáticos para algumas famílias. Quando se trata de gatos, as expectativas de nossos [clientes] muitas vezes não são o que os gatos realmente são.”

Promoção do enriquecimento ambiental

Embora os felinos tendam a ser mais populares do que seus semelhantes caninos e sejam considerados de baixa manutenção (por exemplo, não latem nem exigem passeios), às vezes seus donos não compreendem totalmente suas necessidades de enriquecimento.

Embora os gatos sejam muito mais autossuficientes do que os cães, muitas vezes não somos justos com os gatos, não lhes dando o que precisam. Os gatos precisam exercitar o instinto natural de caça com brincadeiras e jogos de buscar. O enriquecimento tem a ver com atender às necessidades intrínsecas dos gatos e isso ajudará o gato a se sentir mais feliz e realizado.

Influência da dor no comportamento

Outro objetivo importante ao longo do livro é ajudar os donos a estarem mais cientes de que uma mudança no comportamento pode ser resultado de um problema médico. Se houve uma mudança repentina no comportamento do seu felino, pode ser que ele esteja com dor.

Geralmente, salientam os especialistas, antes de procurar ajuda para treinamentos de comportamento, levar seu gato ao veterinário para descartar quaisquer problemas médicos é uma das etapas primordiais do tratamento comportamental de um felino.

“Eu sugiro que os médicos sempre perguntem, não se há um problema de comportamento, mas se houve alguma mudança no comportamento do seu gato”, explicou Pike. “Às vezes as pessoas podem nem pensar nisso até você perguntar. Ou podem pensar que uma mudança, como um gato mais velho que não está mais pulando em um balcão, é esperado. Claro, isso nos diz que o gato pode estar com dor, certo? E podemos fazer algo por aquele gato.”

  • Back to top