Entenda por que os olhos dos gatos brilham tanto no escuro - Pet é pop

Entenda por que os olhos dos gatos brilham tanto no escuro

Entenda por que os olhos dos gatos brilham tanto no escuro
Entenda por que os olhos dos gatos brilham tanto no escuro
Entenda por que os olhos dos gatos brilham tanto no escuro (Foto: Amirali Parsa/Unsplash)

Já se perguntou por que os olhos dos gatos brilham tanto no escuro? De acordo com especialistas, as espécies cujos olhos brilham evoluíram para enxergar melhor com pouca luz porque se alimentam ou precisam procurar predadores durante a noite.

Veja também:

+ Humanos desenvolveram cães para ter olhos de filhote a vida toda, diz estudo
+ Gato que sobreviveu a bombardeio russo em Borodyanka é adotado pelo governo da Ucrânia
+ Dona ensina linguagem de sinais para cachorrinha que ficou surda

Na verdade, os gatos domesticados podem ver em condições que são apenas 16% tão brilhantes quanto as que as pessoas exigem. Os gatos conseguem fazer isso porque suas pupilas são especiais.

As pupilas funcionam como janelas, com as maiores deixando mais luz entrar no olho. E as pupilas de um gato podem se tornar até 50% maiores que as pupilas humanas com pouca luz. Eles também têm um número maior de um tipo específico de célula sensível à luz na parte de trás de seus olhos do que nós. Essas células, chamadas bastonetes, captam luz de baixo nível.

Além de ter pupilas grandes e muitos bastonetes, os gatos têm algo que as pessoas não têm: um tapetum lucidum, um termo médico latino que se traduz em “tapeçaria brilhante”, que também é conhecido como “brilho dos olhos”.

Ele está localizado na parte de trás do olho, atrás da retina, uma fina camada de tecido que recebe luz, converte a luz em um sinal elétrico e envia esse sinal ao cérebro para interpretar a imagem. O tapetum lucidum de um gato é composto de células com cristais que, como um espelho, refletem a luz de volta para a retina. Isso dá à retina uma segunda chance de absorver mais luz.

O tapetum lucidum felino é especial porque seu composto refletivo é a riboflavina, um tipo de vitamina B. A riboflavina tem propriedades únicas que amplificam a luz para um comprimento de onda específico que os gatos conseguem enxergar bem, o que aumenta muito a sensibilidade da retina à pouca luz.

Nos gatos, o tapete geralmente brilha amarelo-esverdeado ou amarelo-alaranjado, mas a cor varia, assim como suas íris. A variação na cor do tapete não é exclusiva dos gatos e pode ser encontrada em muitas espécies. Infelizmente, os animais com tapetum lucidum sacrificam alguma acuidade visual por sua capacidade de ver com pouca luz.

Isso porque toda essa luz refletida no tapete pode tornar o que eles veem um pouco mais confuso.  Assim, um gato precisa estar sete vezes mais perto de um objeto para vê-lo tão nitidamente quanto uma pessoa em um lugar bem iluminado.



  • Back to top