Entenda por que é fundamental castrar seu gato antes dos 4 meses de vida - Pet é pop

Entenda por que é fundamental castrar seu gato antes dos 4 meses de vida

Entenda por que é fundamental castrar seu gato antes dos 4 meses de vida
Entenda por que é fundamental castrar seu gato antes dos 4 meses de vida
Entenda por que é fundamental castrar seu gato antes dos 4 meses de vida (Foto: Free-Photos/Pixabay)

Uma pesquisa realizada pelos especialistas da City University of Hong Kong (CityU) revelou que castrar os gatos antes de puberdade é essencial para evitar ninhadas indesejadas.

Veja também:

A pesquisa foi liderada pela professora Julia Beatty, que analisou as práticas de castração na Austrália e descobriu que, apesar de 80% dos gatos da região estarem castrados, apenas uma fração deles passou pela cirurgia antes da puberdade, que acontece aos quatro meses de idade.

Os pesquisadores analisaram mais de 52 mil gatos na Austrália. A equipe descobriu que, apesar de uma clara mudança ao longo do tempo em direção à castração em uma idade jovem, apenas 21,5% das gatas foram castradas aos quatro meses ou menos, enquanto 59,8% das gatas foram castradas aos seis meses de idade.

“O início precoce da puberdade dos gatos pode ser tão jovem quanto 3,5 meses de idade nas fêmeas”, explicou a professora Beatty, que começou esta pesquisa com sua equipe da Universidade de Sydney antes de ingressar na CityU. “Isso cria uma lacuna potencial de gravidez entre o momento em que a gata atinge a puberdade e a idade da cirurgia.”

Além disso, as gatas eram menos propensas do que os machos a terem sido castradas, no geral, ou de terem passado pela castração em idade precoce. “Uma fêmea pode dar à luz até seis gatinhos em cada ninhada, até três ninhadas por ano. Portanto, isso é abaixo do ideal para prevenir ninhadas indesejadas”, disse ela.

A recomendação da castração precoce é feita por organizações globais como um meio importante para prevenir que gatinhos indesejados entrem em abrigos sobrecarregados e com poucos recursos ou para a população de gatos de rua, o que é prejudicial ao seu bem-estar e coloca um estresse adicional na vida selvagem já afetada por outros predadores, perda de habitat e aquecimento global.

A castração precoce é segura

“Estudos baseados em evidências demonstraram que a castração precoce para gatos não é apenas segura, mas também oferece vantagens, incluindo menor tempo de cirurgia, uma incisão menor e uma recuperação mais rápida, e redução do risco de câncer”, acrescentou a professora Beatty.

Seu último estudo confirma que, embora as taxas de castração na Austrália estejam entre as mais altas relatadas internacionalmente, em comparação com 80% nos EUA e 43% na Itália, as oportunidades de controlar a reprodução pela castração pré-púbere ainda estão sendo perdidas. “Esperamos que as descobertas sirvam de base para o desenho de estratégias de linha de frente que promovem a castração pré-púbere”, disse ela.

Outros fatores afetam a castração

Eles também descobriram que o fato de um gato sofrer de exsudação ou não seria influenciado por vários fatores. Por exemplo, os gatos de raça pura eram menos propensos a serem castrados do que os mestiços. Gatos nascidos no inverno tinham as menores chances de serem castrados em cada faixa etária. Gatos que não foram castrados eram mais comuns em áreas remotas e de baixa renda.

“Realmente esperamos que a pesquisa incentive qualquer pessoa que cuide de um gato solto em Hong Kong ou em outro lugar a providenciar que esse gato seja castrado, de preferência antes de atingirem os quatro meses de idade. Isso seria uma vitória para o bem-estar animal e ajudaria a reduzir o número de gatinhos indesejados”, concluiu a professora Beatty.

Confira o estudo completo aqui.

  • Back to top