Entenda por que a castração é tão vital para proteger os pets - Pet é pop

Entenda por que a castração é tão vital para proteger os pets

Entenda por que a castração é tão vital para proteger os pets
Entenda por que a castração é tão vital para proteger os pets
Entenda por que a castração é tão vital para proteger os pets (Foto: Kabo/Unsplash)

Se você recentemente apresentou um novo animal de estimação à família, a castração deve ser uma das prioridades para evitar gestações não planejadas ou comportamentos indesejados.

Veja também:

+ Conheça todos os benefícios da castração para a saúde de cães e gatos
+ Com a cabeça cheia de metanfetamina, homem mata cachorro a golpes de facão
+ Vídeo hilário: após ver colega sofrendo para atravessar portão, gato mostra como se faz

A castração oferece muitos benefícios para o seu animal de estimação e pode melhorar sua qualidade de vida geral.

“A castração de um animal de estimação é um procedimento realizado regularmente por veterinários e que seu veterinário ou enfermeira veterinária conversarão com você com prazer, para que você possa pesar os prós e contras”, disse a enfermeira veterinária da PDSA, Nina Downing, ao site The Scotsman.

“Embora existam alguns casos em que a castração não é aconselhável, é recomendada na maioria dos casos”, acrescentou ela.

Cuidados com os cães

De acordo com a especialista, a melhor idade para a castração dos cães é normalmente a partir dos seis meses de idade. “Se o seu filhote for de raça grande, no entanto, pode ser benéfico realizar o procedimento mais adiante”, explicou ela.

Em caso de dúvida, você deve sempre falar com seu veterinário, pois ele poderá oferecer conselhos sobre quando seria o melhor momento para seu animal de estimação.

“A castração evita que cães machos desenvolvam câncer testicular e pode reduzir o risco de doenças da próstata. Também pode reduzir a probabilidade de eles saírem de casa”, disse a veterinária.

Para cadelas, a castração reduz a chance de desenvolver câncer de mama e interrompe o risco de uma infecção muito grave do útero chamada piometra. “Também pode reduzir o risco de gravidezes falsas, o que pode ser muito perturbador para algumas cadelas”, explicou Nina.

Cuidados com os gatos

Pense em castrar seus amigos felinos a partir dos quatro meses de idade, o que é recomendado, caso contrário você pode acabar tendo que lidar com uma ninhada de filhotes inesperados.

“Isto é igualmente importante para gatos domésticos, especialmente se você deu um lar para dois gatos de sexos opostos. Até mesmo bichos da mesma ninhada produzirão gatinhos se viverem juntos quando não castrados”, disse a especialista.

Assim como as cadelas, a castração pode proteger os gatos do desenvolvimento de piometra, além de prevenir câncer de útero ou ovários.

“Os gatos machos castrados tendem a ser menos propensos a brigar com outros gatos, reduzindo as chances de contraírem AIDS felina (FIV) por mordidas. Uma vez que os machos são castrados, eles serão menos propensos a pulverizar”, explicou a veterinária.

Descanso e recuperação

A castração é uma operação relativamente rápida e direta que é realizada sob anestesia. Embora qualquer operação tenha riscos, os veterinários realizam esses procedimentos rotineiramente todos os dias e as chances de complicações graves são muito baixas. Seu veterinário discutirá quaisquer preocupações que você possa ter.

A recuperação geralmente é um processo rápido. Seu amigo peludo geralmente será mandado para casa no mesmo dia. Apenas certifique-se de mantê-los bem descansados ​​e preste atenção a qualquer conselho de cuidados posteriores que seu veterinário forneça.

“É sempre muito mais seguro castrar seu gato ou cachorro enquanto são mais jovens, pois o risco de desenvolver problemas de saúde tende a aumentar com a idade”, acrescentou Nina.



  • Back to top