Enlutada, mulher entrega seu cão de 87 quilos para ser estudado pela ciência - Pet é pop

Enlutada, mulher entrega seu cão de 87 quilos para ser estudado pela ciência

Enlutada, mulher entrega seu cão de 87 quilos para ser estudado pela ciência
Enlutada, mulher entrega seu cão de 87 quilos para ser estudado pela ciência
Enlutada, mulher entrega seu cão de 87 quilos para ser estudado pela ciência (Foto: Reprodução)

Sharon Rose perdeu um de seus amados animais de estimação e doou o corpo do Dogue Alemão gigante para ser estudado pela ciência.

Veja também:

Barnaby, de apenas três anos de idade, perdeu a luta contra uma síndrome conhecida como dilatação-vólvulo gástrica em cães, que é causada por um acúmulo de gás e fluído no estômago. O “cãozinho” era o maior dos Dogues Alemães que Sharon e seu marido tiveram, pesando impressionantes 87 kg, de acordo com o portal Daily Star.

“Dizer que estou arrasada é um eufemismo”, afirmou Sharon após a morte do cão. “Meu coração está partido. Eu sei que parece dramático, não importa quantos cães você teve, sempre é difícil e fica cada vez mais difícil.”

Embora só tivesse poucos anos de vida quando faleceu, Barnaby causou um grande impacto em Sharon. Ela o descreveu como barulhento, amigável e um amante das pessoas. “Ele me idolatrava. Ele amava meu marido, mas ele era meu, todos os nossos cães são meus”, acrescentou ela.

Sharon Rose and her Great Dane Barnaby
Sharon Rose e Barnaby (Foto: Reprodução)

Apesar de curta, Barnaby viveu uma vida plena. E, querendo fazer sua parte por outros animais, Sharon decidiu doar o corpo de Barnaby para o Royal Veterinary College. Esta não é a primeira vez que a amante dos animais doa os corpos de seus cães, ela já fez isso com dois de seus cães.

“Todos sofrem por seus animais de maneiras diferentes. Algumas pessoas podem achar reconfortante ter o cachorro enterrado no jardim, ou ter as cinzas e guardá-las. Para mim, o corpo de um cachorro quando morre, seu espírito como o nosso vai, com sorte, para um lugar melhor e é apenas a casca que resta”, justificou Sharon.

Sobre por que doar Barnaby era importante para ela, Sharon disse: “Porque em suas vidas, eles dão muito às pessoas. Dessa forma, eles podem encontrar algo, se for um inchaço, por exemplo, e eles encontrarem algo que não sabem, isso pode salvar centenas de cães no futuro, ou milhares”, explicou ela.

Ela acrescentou: “Acho que, em vez de ser jogada na lata de lixo, está ajudando o que poderia ser meu próximo cachorro. E mesmo que não seja para encontrar uma cura, pode ser o treinamento de outros veterinários.”

  • Back to top