Embriagado, homem mata seu próprio cão a chutes no Reino Unido - Pet é pop

Embriagado, homem mata seu próprio cão a chutes no Reino Unido

Diesel, cão assassinado por seu dono, Matthew Benjamin - Foto Facebook



Diesel, cão assassinado por seu dono, Matthew Benjamin - Foto Facebook

O empresário da construção Matthew Benjamin chutou seu cachorro até a morte em um ataque “covarde e cruel”, após ter chegado bêbado em casa. Ele mora em Chepstow, cidadezinha de 14 mil habitantes do sudeste do País de Gales.

Benjamin chegou em casa nas primeiras horas do dia 4 de dezembro. O companheiro com que divide a residência o ouviu quando entrou.

Já dentro de casa, o homem de 37 anos chamou Dieseul, seu bull terrier de Staffordshire, “em voz baixa” e o levou para a cozinha. Segundo seu companheiro, Benjamin passou a gritar e iniciou o ataque violento.

O companheiro disse que ouviu empresário berrar: “Esse maldito cachorro vai morrer” e passou a chutá-lo “mais de cem vezes”.

Benjamin foi preso pelos policiais de Gwent. Mas, quando as autoridades chegaram, o cão já estava morto.

O procurador Paul Ricketts descreveu os fatos em uma audiência no Tribunal de Magistrados de Newport na sexta-feira passada, dia 20.

Ele disse que a polícia foi alertada sobre o incidente por um homem que dividia a casa com Benjamin no momento do incidente.

‘Essa merda vai morrer’

Diesel, cão assassinado por seu dono, Matthew Benjamin - Foto Facebook

“A porta da cozinha estava fechada e houve silêncio por alguns minutos. Então, de repente, ouvi Matthew gritar”, disse a testemunha.

Ele afirma que ouviu Benjamin gritar: “Pare de mijar no chão”, antes de o cão começar a “gritar e gritar”.

“Eu ouvia todos os impactos contra o corpo do cachorro”, disse ele. A testemunha disse que o barulho era tão angustiante, que ficou assustado.

Ricketts afirmou que o homem foi até a porta da cozinha, mas não conseguiu abri-la.

A testemunha disse que ouviu Benjamin dizer: “Essa merda vai morrer”. “Parece que o ataque durou para sempre”, disse a testemunha.

Ricketts disse que a polícia foi chamada e Benjamin foi preso. A testemunha disse: “É tão perturbador pensar no sofrimento pelo qual o cachorro passou. Era um cão adorável e estava indefeso”.

Benjamin se declarou culpado da acusação de causar sofrimento desnecessário a um animal protegido.

O advogado do empresário, Andrew Twomlow, disse que Benjamin entrou com sua alegação de culpa com base em que Diesel foi chutado seis ou sete vezes. Isso foi aceito pelo tribunal.

Ele disse que seu cliente possui uma empresa chamada Honeybadger Construction, que empregava até 20 pessoas antes do ataque. E que, desde então, Benjamin teve de dispensar alguns deles.

Twomlow disse que seu cliente é alvo de “indignação pública”. “Ele sofreu um grau de difamação tão grande, que tem dificuldade de chegar a Chepstow”, afirmou.

Pagou multa e está livre

Diesel, cão assassinado por seu dono, Matthew Benjamin - Foto Facebook

Twomlow disse que seu cliente merecia crédito pelos empregos que gera e por seu reconhecimento de culpa.

Juiz do caso, David Parsons disse: “Em essência, foi um ataque covarde e cruel a um animal inofensivo, em que o dono não mostrou empatia por seu sofrimento”.

Benjamin recebeu uma sentença de 17 semanas de prisão e foi proibido de manter animais por toda a vida. Ele está impedido de recorrer por 10 anos.

Também deve pagar uma sobretaxa de 122 libras (pouco mais de R$ 640) para ser libertado da custódia.

Veja também

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’
+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância
+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo

  • Back to top