Dono luta com jacaré e salva cadelinha, que perdeu a cauda durante o ataque - Pet é pop

Dono luta com jacaré e salva cadelinha, que perdeu a cauda durante o ataque

Dono luta com jacaré e salva cadelinha, que perdeu a cauda durante o ataque
Dono luta com jacaré e salva cadelinha, que perdeu a cauda durante o ataque
Dono luta com jacaré e salva cadelinha, que perdeu a cauda durante o ataque (Foto: Rae Wallis/Unsplash)

Uma cadelinha foi arrastada por um jacaré para dentro de um corpo d’água enquanto passeava com seu dono. Felizmente, ele não estava disposto a deixar sua amiga ir.

Veja também:

+ Vídeo: Homem corajoso retira seu cão da boca de um jacaré
+ Treinador diz que estamos dando afeto na hora errada aos nossos cães
+ As 5 melhores raças de cães para quem precisa de companhia

Bruce Savage estava passeando com sua cadela, Hanna, como fazia todas as manhãs em Mt. Pleasant, na Carolina do Norte, EUA, de acordo com um relatório da KY3. Durante o passeio, a dupla passou por um lado conhecido por ter jacarés.

De acordo com Bruce, Hanna desapareceu de repente. “Literalmente, todo o meu sistema desligou. Meus ouvidos desligaram. Eu não conseguia ouvir nada, exceto eu mesmo gritando o nome dela. Eu estava no lugar errado na hora errada”, disse ele à agência de notícias.

Um jacaré agarrou Hanna por trás e arrastou ela para a água. Bruce entrou em ação e puxou o cachorro da boca do jacaré. Ele saiu sem ferimentos, mas o rabo de Hanna foi arrancado com uma mordida.

“Meus filhos me perguntaram: ‘Bem, você olhou para trás?’ Eu fiquei tipo, ‘Caramba, não olhei para trás!’ Eu estava correndo o mais rápido que pude para fugir”, contou ele.

Bruce descreveu sua vizinhança como “muito segura”. “Sabemos sobre os jacarés”, disse ele ao KY3. “É uma espécie de coisa na vizinhança tentar localizar os jacarés.”

Ele teria contatado o controle de animais sobre o jacaré, mas as autoridades não conseguiram localizar o animal predador. “Eu simplesmente não acho que seja inteligente andar por aí e não acho que Hanna jamais chegará perto da água novamente”, opinou. “Você tem que ter um respeito saudável pela vida selvagem. Alguns animais selvagens são mais perigosos do que outros.”

  • Back to top