Dicas ajudam a gastar a energia do seu pet sem sair de casa - Pet é pop

Dicas ajudam a gastar a energia do seu pet sem sair de casa

Dicas ajudam a gastar a energia do seu pet sem sair de casa
Dicas ajudam a gastar a energia do seu pet sem sair de casa
Dicas ajudam a gastar a energia do seu pet sem sair de casa (Foto: Marieke Koenders/Unsplash)

Neste período desafiador que estamos vivendo, muitos pais e mães de pets, mesmo permanecendo mais tempo em casa, continuam com muitos afazeres e responsabilidades no enfrentamento da rotina diária de trabalho.

Veja também:

Diante do cenário atual, a médica veterinária Thaís Matos, especialista da área de Confiança & Segurança da DogHero, maior empresa de serviços para animais de estimação da América Latina, faz um alerta aos tutores de pets para lembrar da importância de cães e gatos gastarem energia, tanto para manter a saúde como o bem-estar dos animais de estimação.

Gastar energia é muito importante. Isso é essencial porque muitos pets acabam por se sentirem realmente frustrados caso fiquem sem nenhum tipo de estímulo ou atividade ao longo do dia. O resultado disso pode ser um animal que apresenta fortes sintomas de ansiedade e estresse, resultando em coceira excessiva, apatia, automutilação ou em um comportamento que acaba sendo considerado como destruidor”, explica a especialista da DogHero .

Outros animais de estimação, porém, precisam das brincadeiras para manter o peso e a forma em dia, uma vez que possuem uma tendência maior ao aumento de peso. Brincar, para eles, é como ir à academia para os humanos, diz Thaís.

As brincadeiras com o pet devem ser feitas com animais idosos, adultos e filhotes. Muitos tutores acreditam que só os pequeninos precisam desse estímulo, o que não é verdade. Apesar de quanto mais novo for o cachorro, maior o acúmulo de energia que ele tem. Na idade adulta, a necessidade de exercícios pode variar conforme a raça. Como exemplo, pastor alemão e labrador retriever tendem a ter bastante energia, demandando maiores níveis de exercícios.

Alguns cães sentem uma necessidade maior de gastar energia por meio de brinquedos e brincadeiras que os estimulem intelectualmente. Ao realizar brincadeiras com gato, o tutor ajuda o pet a gastar toda a energia acumulada e colabora para que o bichinho pratique os seus instintos de caça que são de sua natureza, além de colaborar para que não ganhem peso”, declara Jade Petronilho, veterinária e coordenadora de conteúdo da Petlove .

Confira as dicas das especialistas para fazer seu pet gastar mais energia:

Diversão com brinquedos – O gato brinca naturalmente e, se ninguém o convidar, algumas vezes acaba fazendo isso sozinho. Para os felinos se divertirem, enquanto seus tutores estão ocupados em casa, os arranhadores são ótimas opções. Algumas opções são bem atrativas, com ratinhos e bolinhas penduradas. Esse brinquedo ajuda o gato a gastar energia e passar o tempo, deixando assim a vida do seu pet mais prazerosa. Opções de brinquedos que se pode colocar petiscos dentro, vai aliviar o estresse do cãozinho e fazer com que ele passe a gastar mais energia. Os brinquedos são importantes na vida de um cachorro, até mesmo dos idosos. Com isso, é importante sempre verificar se o brinquedo escolhido está de acordo com o porte do seu pet e resistente o suficiente para ele. Na dúvida, o tutor deve sempre buscar a orientação de um profissional veterinário .

Com o que o tutor tem em casa – Muitas brincadeiras com gatos têm como base o instinto de caça do animal. O tutor pode estimular isso usando garrafas pet. A tampinha, por exemplo, pode ser jogada para que ele procure por ela ou amarre-a em um barbante, use como isca para o gatinho. Também existem cães que gostam de brincar de “pegar” com a própria garrafa pet. Para isso, o tutor precisa amassar a parte central da garrafa, deixando o meio dela achatado e as pontas mais arredondadas. Assim, a garrafa não vai tão longe e fica mais fácil de ser pega pelo cãozinho. Outra opção é fazer alguns buraquinhos na garrafa pet, que podem ser preenchidos com petiscos, que caem conforme o cachorro manipula e morde essa mesma garrafa.

Interação entre os pais e os pets – Uma das atividades preferidas dos cães é o cabo de guerra. O tutor deve pegar uma corda, deixar que ele puxe de um lado com os dentes enquanto você puxa o outro com as mãos, fazendo um cabo de guerra entre você e ele. De vez em quando, deixe-o vencer. Provavelmente, após você soltar a corda, ele irá ficar mordendo-a por um tempo. Precisa tomar cuidado com a força para não machucá-lo e não puxar demais os dentes do pet. Em lojas especializadas existem brinquedos específicos de corda para pets, filhotes e adultos. O tutor de gato pode brincar com ele balançando algo com um guizo, para chamar a atenção dele por meio do estímulo sonoro, é ótimo para interação entre os pais e os pets. O brinquedo estimula o lado caçador dos gatos, aumentando a diversão.

Para saber o tempo certo das brincadeiras com o pet é necessário ficar atento aos sinais que ele dá. No geral, quando eles se cansam, simplesmente param. Muitas vezes, se deitam e dormem. Quando isso acontece, é hora de respeitar o pet e encerrar a sessão de diversão!

  • Back to top