Diarreia em gatos: aprenda a diagnosticar e saiba como agir - Pet é pop

Diarreia em gatos: aprenda a diagnosticar e saiba como agir

gato triste doente - Foto Pixabay



gato triste doente - Foto Pixabay

As fezes do seu gato revelam muito sobre a saúde dele. Portanto, ficar atento ao que acontece na caixa de areia pode ser útil quando se trata de manter seu gatinho saudável e feliz. Um problema que você pode diagnosticar com esse método é a diarreia.

O que pode causar a doença? Abaixo estão alguns dos possíveis culpados. Antes deles lembre-se: se seu animal de estimação estiver com diarreia persistente, é recomendável consultar logo seu veterinário.

Só ele pode examinar seu gato, diagnosticar o que provocou o problema e fornecer o tratamento adequado para ajudar seu amigo peludo a se sentir melhor. As dicas são do site Pet Guide.

Devagar com a cumbuca

Gato comida ração - Foto Pixabay

Uma mudança na dieta pode ser a causa da diarreia. Você trocou o menu do bichano recentemente? Se a mudança foi muito abrupta, o corpo do seu pet pode não ter tido tempo suficiente para se ajustar, resultando em fezes inconsistentes e líquidas.

Por esse motivo, os especialistas recomendam a transição lenta de um alimento para outro ao longo de vários dias. Isso dá tempo ao corpo do seu gato para se acostumar com o novo alimento.

Além disso, se seu gatinho é alérgico ou tem intolerância a certos ingredientes na comida, a diarreia pode ser o efeito colateral que demonstra esses possíveis quadros de saúde. Uma visita ao veterinário ajuda a descobrir se existem alergias alimentares que causam doenças digestivas. Eliminar esses alérgenos pode ser tudo o que você precisa fazer para resolver o problema.

Inimigos microscópicos

gato dor grito - Foto Pixabay

Parasitas, vermes, infecções virais e infecções bacterianas também podem ser a causa da diarreia. Seu veterinário deve pedir um exame de fezes e, caso algum desses problemas seja constatado, fornecer o tratamento certo para se livrar deles.

Da mesma forma, seu veterinário pode diagnosticar uma infecção e fornecer os medicamentos corretos para ajudar o corpo do seu gatinho a voltar ao estado de equilíbrio.

Ameaças mais graves

gato dona colo - Foto Pixabay

Existem vários distúrbios que podem causar diarreia como sintoma. Entre eles estão, por exemplo, doença inflamatória intestinal, doença pancreática, hipertireoidismo, colite e câncer.

Por esse motivo, se seu gato estiver com diarreia frequentes, é recomendável conversar com seu veterinário para descobrir a causa exata.

Hora de procurar o veterinário

gato veterinário - Foto Pixabay

É aconselhável telefonar para o seu veterinário se o seu gato tiver diarreia que dura mais de um ou dois dias ou se a moléstia se repetir.

Além disso, procure imediatamente o veterinário se outros sintomas, como perda de apetite, vômito, febre ou lentidão, estiverem presentes junto com a diarreia.

E se as fezes apresentarem sangue, entre em contato com seu veterinário imediatamente para marcar uma consulta de urgência.

A diarreia pode durar apenas um curto período de tempo e desaparecer por conta própria, como quando é causada por estresse, ou pode apontar para um problema mais sério.

Não importa o que aconteça, fique de olho na caixa de areia do seu gato em busca de sinais que indiquem uma diarreia.

Se estiver ocorrendo com frequência ou por um longo período de tempo, marque uma consulta com seu veterinário para obter respostas. E seja rápido.

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top