Dia Nacional dos Animais: conheça os benefícios de ter um pet em casa - Pet é pop

Dia Nacional dos Animais: conheça os benefícios de ter um pet em casa

Dia Nacional dos Animais: conheça os benefícios de ter um pet em casa
Dia Nacional dos Animais: conheça os benefícios de ter um pet em casa
Dia Nacional dos Animais: conheça os benefícios de ter um pet em casa (Foto: Artem Beliaikin/Unsplash)

Os animais, sejam domésticos ou selvagens, nos fascinam desde a infância: dando vida ao aprendizado do alfabeto, protagonizando clássicos do cinema, encantando adultos e crianças. A relação afetiva entre os homens e seus animais é tão especial que eles ganharam uma data para serem homenageados: dia 14 de março, o Dia Nacional dos Animais. A data tem como principal objetivo reforçar os cuidados que devem ser destinados a estes seres tão amados, além de conscientizar sobre a importância de seus direitos, com a instituição do “Estatuto dos Animais” pelo Congresso Nacional, que busca garantir seu bem-estar e combater os maus tratos. 

Veja também:

+ Senac RJ oferece atendimento a animais resgatados na tragédia em Petrópolis
+ Saiba como apresentar um filhote para um cão mais velho
+ Cães podem seguir uma dieta vegana ou sem glúten? Veterinários respondem

Seja um cão ou gato ou até outra espécie, preenchem um espaço especial no coração de grande parte da população em todo o mundo. No Brasil, os pets somam mais de 144 milhões, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação – Abinpet (2021). Este número aumenta todos os anos, comprovando que cada vez mais famílias, ou ainda pessoas que vivem sozinhas, buscam um animal de estimação para dar e receber carinho. 

A convivência com esses companheiros afeta positivamente a rotina da casa e traz inúmeros benefícios para a saúde e o bem-estar de todos. Cientistas já comprovaram que ter um animal de estimação ajuda a relaxar, combate o estresse, a depressão e o sentimento de solidão, entre tantos outros benefícios. Para as crianças, ajudam ainda no senso de responsabilidade, de convivência e podem até auxiliar no desenvolvimento de atividades motoras. Além de tudo disso, os animais também promovem interação social. Quem nunca parou na rua para conversar com outro tutor de pet, durante um passeio?

Para que essa relação seja duradoura e harmônica, é preciso assegurar a saúde e a qualidade de vida do animal. Incluir um pet na família é uma decisão importante, que deve ser feita com responsabilidade, pois assim como qualquer outro integrante, eles demandam cuidado e atenção. Lara Volpe, médica-veterinária da Adimax e especialista em nutrição de cães e gatos, destaca: “É importante entender que, apesar de serem considerados membros da família, os animais têm necessidades diferentes das nossas. Por isso, os cuidados com eles devem ser específicos para que tenham uma vida saudável”. 

Ao incluir um pet na família, o tutor deve assumir as responsabilidades e zelar pela sua saúde, e os cuidados começam com a alimentação. A médica-veterinária orienta: “As necessidades específicas dos animais dependem de sua espécie, do seu porte, da idade, da condição física, entre outros fatores. Filhotes têm necessidades diferentes de animais adultos e idosos, assim como os castrados, os com tendência ao ganho de peso, ou ainda os de pelagem longa”. 

Lara explica ainda que oferecer um alimento vai além de saciar a fome do animal de estimação: “O cuidado com a nutrição dos pets pode evitar doenças e garantir uma vida longa e saudável, por isso, a recomendação é que os tutores busquem alimentos completos e balanceados, que forneçam todos os nutrientes que eles precisam em cada momento da sua vida”.

Oferecer alimentos nutricionalmente adequados a cada espécie e suas particularidades é o primeiro passo para ter um animal saudável, cheio de energia e garantir uma relação feliz e duradoura. 



  • Back to top