Devido à pandemia, Reino Unido vive explosão de furtos de cães - Pet é pop

Devido à pandemia, Reino Unido vive explosão de furtos de cães

Devido à pandemia, Reino Unido vive explosão de furtos de cães
Devido à pandemia, Reino Unido vive explosão de furtos de cães
Devido à pandemia, Reino Unido vive explosão de furtos de cães (Foto: Mia Anderson/Unsplash)

O Reino Unido está vivenciando um aumento nos furtos de cães e os britânicos estão culpando a pandemia do Covid-19.

Veja também:

Um número crescente de donos de animais de estimação experimentou perdas semelhantes em toda a Grã-Bretanha. “Não consigo nomear um sentimento porque eram muitos – eu estava basicamente chocada, chateada, assustada com a forma como isso aconteceu”, disse Sarah, de 35 anos, que teve seis dos seus cães furtados em dezembro, à AFP.

“Eu estava obviamente muito, muito, muito preocupada com os cães e é difícil continuar com a vida diária porque você se sente culpado”, contou ela.

Os cães desapareceram depois que os ladrões invadiram a casinha onde dormiam na propriedade da família em uma vila tranquila perto da cidade de Port Talbot, no sul do País de Gales. Cinco continuam desaparecidos, mas a fêmea Springer spaniel inglesa roubada foi recentemente encontrada por um transeunte, e um veterinário foi capaz de levá-la até Sarah.

Ela tinha um ferimento feio onde os perpetradores tentaram, sem sucesso, remover seu microchip. “Vendo os ferimentos que minha Spaniel teve, fiquei ainda mais preocupada com os outros cães agora”, disse Sarah.

Aumentos dos casos

A Grã-Bretanha viu uma explosão no número de roubos de cães desde o começo da pandemia do coronavírus, conforme a demanda por animais de estimação aumentou. “É uma pandemia tão crescente quanto a própria Covid”, disse Wayne May, da DogLost, uma organização que tenta reunir os cães desaparecidos com seus proprietários usando seu banco de dados online.

“Tenho feito isso há 30 anos e 2020 foi o pior ano de todos”, acrescentou ele, observando que houve um aumento estimado de 250 por cento nos roubos de cães desde março passado.

Já conhecida como uma nação de amantes de cães, um número crescente de britânicos tem procurado companheiros de quatro patas durante os bloqueios de vírus para ajudar a superar a solidão e a ansiedade.

Os preços dos cachorros em particular, mas também dos cães mais velhos, dispararam, atraindo criadores gananciosos e o interesse de criminosos. Dados do Pets4Homes, um mercado online britânico para vendas e adoções de animais de estimação, mostraram que o preço médio pedido em cerca de 150.000 anúncios de março a setembro foi de £ 1883 (cerca de R$ 13,8 mil).

O preço médio durante o mesmo período do ano anterior foi menos da metade disso, em £ 888. Alguns cachorros de raças populares, como spaniels, bulldogs, pugs e cruzamentos de poodle, podem ser listados por mais de £ 4000 (quase R$ 30 mil). Enquanto isso, as adoções também aumentaram.

A seção de “animais de estimação” do site da instituição de caridade de bem-estar animal RSPCA atraiu 40 milhões de visualizações nos nove meses finais de 2020, um aumento de 13 milhões em relação a 2019.

“Como há uma demanda tão grande especialmente por filhotes, vimos pessoas começarem a tentar atender a essa demanda agindo de forma ilegal e ilícita”, disse Sam Gaines, chefe de animais de companhia da RSPCA.

Furtos lucrativos

Ela acrescentou que a demanda extra levou a um aumento no número de filhotes trazidos do exterior. “Temos grandes preocupações sobre como os filhotes são criados e criados fora do Reino Unido e as viagens realmente longas que eles precisam enfrentar para realmente chegar a este país”, disse Gaines à AFP.

Grupos criminosos organizados estão agora tendo um interesse crescente nesta área, ao lado de ladrões menos coordenados, há muito ativos no roubo de cães mais oportunistas, de acordo com May da Dog’s Lost.

“Antes da pandemia, uma porcentagem muito pequena era de gangues de criminosos ou furtos especificamente direcionados”, explicou ele. “Tudo mudou no ano passado… agora tem pessoas organizando gangues e grupos, roubando seus cães para procriar ou em busca de recompensa ou resgate.”

May acredita que apenas sanções mais duras podem desencorajar o número crescente de ladrões. “É mais lucrativo agora ser ladrão de cães no Reino Unido do que traficante de drogas, porque a punição não se ajusta ao crime”, acrescentou ele, observando que a punição por roubar um cachorro é uma multa insignificante de 200 a 250 libras (entre 1400 e 1800 reais).

“As gangues de criminosos estão dispostas a correr esse risco por uma soma tão irrisória”, finalizou May.

  • Back to top