Descubra qual raça de gato combina mais com você - Pet é pop

Descubra qual raça de gato combina mais com você



Dominada pela harmonia e equilíbrio das formas e pela impressão de maleabilidade emanada de seu corpo, a aparência dos gatos oferece um vasto panorama devido à diversidade genética da espécie. As raças e cores se combinam para o deleite dos amantes desses felinos.

Cerca de 60 raças são reconhecidas pelas diferentes federações. Os padrões dessas raças descrevem a história, a aparência física e o caráter de cada uma. A morfologia do gato se enquadra em um dos três seguintes tipos: longilíneo, mediolíneo e brevilínio. A partir deles, todas as faixas intermediárias são possíveis.

Uma tendência bem generalizada, mas frequentemente observada, é: quanto mais longilíneo o gato, mais ativo ele é. Quanto maior e mais robusto, mais tranquilo e bem comportado. Naturalmente, isso não passa de uma tendência, mitigada por todas as variações individuais.

Ativos: têm o corpo tubular, cabeça longa e orelhas grandes levantadas em direção a tudo que move. Sob a chamada morfologia “oriental” e seus músculos magros como os dos greyhounds, esconde-se um temperamento inflamável. O siamês, o balinês, os orientais, o mandarim e o cornish rex são gatos muito carinhosos, falantes e muito apegados ao dono. Entre esses gatos ativos que odeiam se sentir sozinhos, também estão o sphynx, o bengal, o abissínio.

Sphinx/Pexels

Robustos e de temperamento moderado: têm um corpo atlético e músculos fortes. O equilíbrio e a moderação são seu ponto forte. Dotados com um temperamento constante e agradável, estão sempre presentes, mas sem serem invasivos. Tais como o chartreux, europeu, burmese, mau egípcio e os devon rex de pelo ondulado.

Burmese/Pixabay

Robustos e gentis: são fortes e grandes. Como se tivessem consciência de sua importância, sua força só se iguala à sua gentileza. Podem ser fofos, como os british shorthair ou o exotic shorthair, gigantes como o maine coon, o norueguês, o siberiano e o ragdoll. Alguns podem ser dotados com uma pelagem longa que exige manutenção diária, como o persa, ou manutenção quinzenal, como o sagrado da birmânia. Esses gatos fortes e calmos amam a companhia do homem, mas nem por isso se tornam simples brinquedinhos de pelúcia.

Mine coon/Pixabay

 

Pelo longo ou curto?

Embora não haja nenhuma explicação científica para esse fenômeno, nota-se que nas raças em que há uma variedade de pelo curto e uma variedade de pelo longo, os indivíduos de pelo longo são mais tranquilos do que os de pelo curto. O melhor exemplo disto é a diferença entre o persa e o exotic shorthair, que é simplesmente um persa de pelo curto.

Persa/Pixabay

Com informações da Royal Canin

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top