Dá para passear com gato usando guia e coleira; mas, lembre-se, ele não é um cão - Pet é pop

Dá para passear com gato usando guia e coleira; mas, lembre-se, ele não é um cão

Dá para passear com gato usando guia e coleira; mas, lembre-se, ele não é um cão
Dá para passear com gato usando guia e coleira; mas, lembre-se, ele não é um cão
Dá para passear com gato usando guia e coleira; mas, lembre-se, ele não é um cão (Foto: Zoe Gayah Jonker/Unsplash)

Os gatos adoram a oportunidade de esticar as perninhas peludas do lado de fora, investigar a natureza e passear pela vizinhança. Mas, não é seguro apenas deixar seu companheiro felino vagar livremente do lado de fora, então ensiná-lo a andar com coleira é sua melhor aposta para garantir que suas atividades externas sejam seguras e agradáveis.

Veja também:

+ Gato desaparecido volta para casa com bilhete fofo preso a uma coleira novinha
+ Conheça Mauri, o gato gourmet que adora saborear um pepino
+ Número de pets abandonados sobe 60% durante a pandemia no Brasil

Se você quer ensinar seu gato a passear usando uma coleira, é importante lembrar que eles não são como os cães. Ao contrário dos caninos, você não pode simplesmente chegar para um gato e convencê-lo de fazer as coisas com você, direcionando onde ele pode ir ou não.

Além disso, especialistas sugerem que o treinamento deve começar quando eles ainda são filhotes. Gatos adultos provavelmente rejeitarão qualquer tentativa de andar usando uma coleira, porque isso vai contra a natureza deles.

Decidiu que quer treinar seu gatinho a andar na coleira? Veja o que você precisa saber:

1. Compre um arnês para o seu gato

Os gatos se dão melhor quando são colocados ​​em um arnês. Um arnês oferece mais conforto e segurança para esticar as pernas e se mover livremente, sem puxar o pescoço pequeno e frágil.

Além disso, por conta da flexibilidade impressionante dos felinos, eles podem escapar mais facilmente das coleiras. Selecione um arnês que se ajuste confortavelmente, mas seja respirável e não atrapalhe os movimentos do corpo do seu gato.

2. Certifique-se de que seu gato está confortável

Não coloque o arnês em seu gato e espere que ele comece a se movimentar imediatamente. Seu gato precisa de tempo para se ajustar ao uso de um. Comece apenas mostrando o arnês ao seu gato, permitindo que ele cheire. Dê a eles suas guloseimas favoritas cada vez que estiverem perto, para que comecem a construir uma associação positiva com a presença do arnês.

Depois, coloque o arnês lentamente, prestando atenção aos sinais de desconforto de seu gato. Caso perceba que ele não está feliz com a situação, remova o arnês imediatamente para impedir que ele associe-o a algo negativo. Se ele parecer confortável, deixe-o andar com o arnês pela casa por alguns minutos, aumentando o tempo ao longo dos dias até que seja seguro colocar a guia e levá-lo para fora.

3. Lembre-se das vacinas e medicações preventivas

Especialmente se o seu gato for um filhote, certifique-se que ele esteja com os medicamentos preventivos regulares em dia, como para pulgas e carrapatos, e devem já ter tomado suas vacinas essenciais.



  • Back to top