Covid mata o dono do cãozinho Bob Dylan, que acaba de ganhar uma casa nova - Pet é pop

Covid mata o dono do cãozinho Bob Dylan, que acaba de ganhar uma casa nova

Covid mata o dono do cãozinho Bob Dylan, que acaba de ganhar uma casa nova
Covid mata o dono do cãozinho Bob Dylan, que acaba de ganhar uma casa nova
Covid mata o dono do cãozinho Bob Dylan, que acaba de ganhar uma casa nova (Foto: Reprodução/DogsTrust)

Um cão idoso perdeu seu dono para a Covid e agora está amando sua vida como um animal de estimação mimado com sua nova família.

Veja também:

Dylan, um Jack Russell terrier de 12 anos, ficou “despedaçado” pela morte de seu dono e acabou se fechando quando chegou ao abrigo em janeiro. Adel Burnett, gerente do centro, disse que apesar dos “melhores esforços” da equipe e dos voluntários, o pobre cão não conseguiu se ajustar à vida no canil.

Mas, felizmente, depois de apenas 25 dias no centro de realocação, Dylan foi adotado por Alison e Leslie Gibbons. O casal o rebatizou de Bob Dylan e disse que ele passou a receber o nome de uma lenda musical.

Alison disse: “Ele está morando conosco há um mês e está muito bem acomodado. Ele é um cão adorável. Tínhamos um velho Jack Russell, que adotamos em 2013, quando ele também tinha 12 anos. Cedric morreu há dois anos e sentimos tanto sua falta que decidimos que queríamos um pequeno espaço para homenagear sua memória.”

Dylan estava acima do peso quando chegou ao abrigo, mas agora está desfrutando de um estilo de vida muito mais ativo com seus novos proprietários. “É ótimo sair para longas caminhadas com Bob Dylan. Ele ainda tem muita energia. Percorremos seis quilômetros e ele ainda vai. Ele é um rapazinho muito esperto e sabe onde é sua casa”, disse Alison.

Os centros de realocação da Dogs Trust em todo o país já acolheram vários cães durante a pandemia. Em particular, cães idosos e aqueles com problemas médicos foram entregues aos seus cuidados devido a proprietários que estão enfrentando dificuldades financeiras e proprietários que foram hospitalizados ou faleceram por Covid-19.

“Sabemos que a pandemia e suas repercussões econômicas estão tendo efeitos devastadores na vida de algumas pessoas e em sua capacidade de cuidar de seus animais de estimação. Infelizmente, acreditamos que o pior ainda está por vir e faremos tudo o que pudermos para ajudar esses cães e donos que precisam de nosso apoio”, concluiu Adel Burnett, gerente da Dogs Trust.

  • Back to top